PM prende mais de 40 pessoas na Final da Copa do Brasil, no Maracanã

Torcedores estavam sem ingressos e tentaram invadir cinco pontos diferentes do estádio, causando tumulto no início da partida; Batalhão de Choque também foi chamado para dispersar um grupo que estava brigando em frente a UERJ

Foto: Reprodução/Redes sociais

A Polícia Militar prendeu 41 torcedores por tentativa de invasão em cinco pontos diferentes do estádio Maracanã, na Zona Norte, na Final da Copa do Brasil, na última quarta-feira, (19/10). De acordo com imagens que estão circulando nas redes sociais, um grupo de torcedores do Corinthians, sem ingressos, tentou entrar pelo portão destinado à imprensa e 14 pessoas foram detidas. Mais 27 pessoas foram presas tentando entrar a força em outros quatro acessos.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Todos foram levados para o Juizado Especial Criminal, o Jecrim.

Moradores

Também nas redes sociais, moradores do entorno relatam a violência para coibir os abusos dos invasores.

“Lamentável o que está acontecendo nas ruas do entorno do Maracanã. Torcida tentando invadir, criança na rua com os pais, bomba de gás, bala de borracha, cavalaria. Um caos. #CopaDoBrasil #Maracana”, postou uma internauta.

Torcedora falando sobre a situação no entorno do estádio — Foto: Reprodução/Redes sociais

Confusões

Mesmo com o reforça na segurança, houve confusões no final do jogo. De acordo com a PM, equipes do Batalhão de Choque atuaram na rampa em frente à UERJ para dispersar um grupo que causava tumulto no local.

Homens do 6º BPM foram chamados para reforçar o entorno do Maracanã para evitar as confusões e tentativas de invasões de estádio vistas no início da noite. Os reforços foram enviados para a Radial Oeste, para a estátua do Bellini, na rua Eurico Rabelo e no acesso ao Portão A.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui