Polícia desarticula quadrilha que aplicava golpes de ensaios fotográficos no Leblon

Pela prestação do serviço, a quadrilha cobrava, entre R$ 1,2 mil e R$ 4 mil, que seriam pagos à empresa Elite Model, que foi fechada para dar lugar a Pixel Produções

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Escritório da empresa aberta para a aplicação dos golpes / Divulgação: PCERJ

Quatro integrantes de uma quadrilha que aplicava golpes de ensaios fotográficos foram presos em flagrante por policiais da 14ª DP (Leblon), na tarde desta terça-feira (16), no Leblon, Zona Sul da cidade. Jaqueline Ribeiro da Silva, Ketlen Maia Rodrigues Ferreira Maciel, Carlos Denis de Arruda Feldman e Hugo de Larnes Nogueira responderão pelos crimes e associação criminosa.

De acordo com a polícia, os criminosos ofereciam serviços de agenciamento e montagem fotográfica para uma suposta participação em campanhas publicitárias destinas a mulheres com idades, entre 40 e 80 anos. Pela prestação do serviço, a quadrilha cobrava, de R$ 1,2 mil a R$ 4 mil, que seriam pagos à empresa Elite Model. Os criminosos sumiam com o dinheiro, sem entregar os books às vítimas. A empresa foi fechada. A Pixel Produções teria sido aberta para dar continuidade aos golpes.

Após uma denúncia anônima, os policiais realizaram uma incursão no escritório recém alugado pela empresa Pixel Produções, na manhã desta terça-feira, onde foram recebidos Danilo Feldman, responsável pela empresa.

Segundo os policiais, Danilo Feldman responde a 16 inquéritos no estado de São Paulo e seis no Rio de Janeiro, pela prática do crime de estelionato, assim como seu pai Carlos Denis Arruda Feldman. Ambos respondem por crimes de estelionato na Justiça do Rio de Janeiro.

Advertisement

Na tarde desta terça-feira, Carlos foi preso no escritório da Pixel Produções, (16). Já Daniel não teria sido encontrado em uma nova incursão dos policiais ao local. Ele teria informado aos funcionários que não retornaria á empresa. A Polícia Civil informou que pedirá um mandado de prisão preventiva contra Daniel.

No local, os agentes de segurança encontram três vítimas que já haviam feito o pagamento de R$ 1.200 pelo falso ensaio. Na ocasião, outras quatro vítimas foram salvas de terem o mesmo fim.

Os criminosos presos foram encaminhados ao sistema prisional em Benfica, na Zona Norte do Rio. Todos estão à disposição da Justiça do Rio.

As informações e a imagem são do jornal O Dia.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Polícia desarticula quadrilha que aplicava golpes de ensaios fotográficos no Leblon
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui