Polícia encontra ‘gato’ de luz em supermercado que pertence ao vice-prefeito de Saquarema

O coordenador de operações do estabelecimento acompanhou toda a fiscalização e foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Mercado que pertence ao vice-prefeito de Saquarema identificado com furto de energia fica no bairro Campo Aviação (Foto Polícia Civil)

A Polícia Civil identificou, nesta segunda-feira (19), um furto de energia em um supermercado que pertence ao vice-prefeito de Saquarema, Rômulo Gomes (PSD). O problema foi identificado na unidade do bairro Campo Aviação.

A ação, deflagrada pela Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) ocorreu em conjunto com a perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) e técnicos da concessionária Enel. No local, foi constatada uma ligação direta de três fases, e que o estabelecimento não possuía o relógio de medição, o que não permitia registrar o real consumo de energia elétrica.

De acordo com a Polícia Civil, a irregularidade foi desfeita e o abastecimento de energia do supermercado voltou ao normal. O coordenador de operações do estabelecimento acompanhou toda a fiscalização e foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos.

O delegado da DDSD, Dr. Marcello Maia, informou ainda que os donos do estabelecimento serão intimados e ouvidos posteriormente.

Advertisement

A assessoria do vice-prefeito Rômulo Gomes, que é dono do supermercado, informou ao portal G1 que há aproximadamente um mês o relógio do estabelecimento pegou fogo e que, no dia do evento, um técnico da Enel foi ao local e realizou o procedimento de religação que foi encontrado pela perícia nesta segunda-feira.

A assessoria disse ainda, por meio de nota, o seguinte:

“Estamos enfrentando uma maratona de grandes esforços para resolvermos vários problemas que prejudicam e muito o estabelecimento. Inclusive, entre um dos problemas, desde o mês de outubro de 2023, o mercado utiliza gerador próprio para suprir a necessidades da baixa tensão do local, pois a subestação que pleiteamos a religação até o presente momento, não foi religada, situação que fere todos os prazos estipulados pela resolução 1000, da Aneel.

Diante desta situação, já avisada inúmeras vezes junto a ENEL, e por conta desta falha de serviço da concessionária, o relógio (padrão) queimou. E, curiosamente, somente hoje, o relógio foi substituído.

Resumindo, de forma alguma havia furto, mas, sim, um problema que previamente foi avisado a ENEL que ocorreria, e infelizmente aconteceu, que foi a queima do relógio”, conclui a nota.

Sobre a nformação passada pelo supermercado de que foi um técnico da companhia que realizou a ligação clandestina, disse:

“Após as inspeções, realizadas na manhã de hoje (19), ligações diretas em três fases na rede elétrica da Enel, sem passar por aparelho de medição, foram removidas pelos técnicos, que verificaram através de evidências fotográficas que as ligações foram feitas com cabos totalmente fora dos padrões da companhia”.

Sobre a solicitação de instalação da subestação, a Enel informou que “a área de clientes entrará em contato com o proprietário para oferecer suporte à resolução de pendências e normalização do fornecimento de energia no local”.

A Enel também ainda sobre o furto de energia.

Além de ser crime, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecargas na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia. Para denunciar o furto de energia, basta acessar https://www.enel.com.br/ ou o aplicativo Enel Rio. Não é necessário se identificar“, disse.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Polícia encontra 'gato' de luz em supermercado que pertence ao vice-prefeito de Saquarema
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui