Polícia Militar e concessionárias de serviço público se reúnem para discutir estratégias de combate ao crime

Claro, a Oi, a Tim, a Vivo, a Anatel e a VTal compartilharam os problemas que interferem no desempenho adequado das suas atividades

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Divulgação

A Secretaria de Estado de Polícia Militar (SEPM) realizou, nesta terça-feira (5), o 12º encontro com as concessionárias de serviços públicos para alinhar estratégias de combate a práticas criminosas. Na ocasião, a Claro, Oi, Tim, Vivo, Anatel e VTal compartilharam os problemas que interferem no desempenho adequado das suas atividades. A principal queixa das empresas é quanto ao roubo e furto de cabos de energia no Estado do Rio.

A SEPM realiza regularmente reuniões com representantes das concessionárias prestadoras de serviços, como energia elétrica, telefonia, internet, metrô e sistema de trens urbanos, para ouvir as demandas de segurança pública das companhias, além de discutir iniciativas, propor e aplicar medidas para reduzir os impactos das práticas delituosas nas atividades empresariais e no cotidiano dos cidadãos.  

Participaram da reunião de representantes da Subsecretaria de Inteligência (SSI) da SEPM, da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), do Disque Denúncia, Ministério Público (MPRJ), do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) com diversas entidades no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Polícia Militar e concessionárias de serviço público se reúnem para discutir estratégias de combate ao crime

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui