Polícia prende diarista fake que furtava casas onde trabalhava

Uma das vítimas teve prejuízo de mais de R$ 300 mil

Polícia encontrou cartões, joias, relógios, maquininhas e até chave reserva de carro em posse da diarista Divulgação

Agentes da 15ª DP (Gávea) prenderam em flagrante uma mulher que simulava trabalhar como diarista e furtava as casas das vítimas. Uma delas teve prejuízo de mais de R$ 300 mil.

Segundo os agentes, a mulher estava inscrita em um site que funciona como intermediário para contratação de babás, cuidadores de idosos, empregadas domésticas e diaristas. Quando era contratada, ela furtava objetos, dinheiro e joias das casas onde trabalhava. Pelo menos, dez vítimas já foram identificadas.

Um casal reconheceu parte do dinheiro furtado. De acordo com as investigações, a falsa diarista abriu o cofre da residência e furtou uma pulseira de prata, uma de ouro, duas alianças de ouro — uma delas cravejada de diamantes —, uma corrente de ouro, óculos de marca, R$ 350, US$ 300 e 100 pesos argentinos.

Outra vítima também reconheceu dois pares de brincos furtados pela autora. Os itens foram recuperados e entregues para a proprietária. Três vítimas, ainda, reconheceram seus cartões bancários.

A mulher foi presa na última sexta-feira (31/12).

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui