Polícia realiza operação na Baía de Sepetiba após denúncia de despejo irregular

Moradores da região afirmam que as empresas CSA e a Siderúrgica Ternium do Brasil estão descartado resíduos poluentes no mar

Polícia Civil, por meio dos agentes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, realizam, na manhã desta segunda-feira, (16/01), uma inspeção na Baía de Sepetiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Moradores da região alegam que indústrias que ficam no entorno do local, como a CSA e a Siderúrgica Ternium do Brasil, realizam o despejo de resíduos no mar o que tem provocado problemas de saúde naqueles que vivem no local.

Peritos do Núcleo de Perícias realizam a coleta de amostras da água da Bacia de Sepetiba para a comprovação da poluição.

O delegado responsável pela especializada disse, a Rádio Tupi, que o objetivo é identificar os pontos de descarte ilegal e os autores desse crime.

Em nota, a Ternium do Brasil nega que o lançamento de materiais no Canal de São Francisco.

Na última semana, a empresa informou ao INEA que, por conta das fortes chuvas, houve carreamento de sedimentos do mangue para o leito do rio. Em 2020, a companhia inaugurou seu novo Centro de Monitoramento Ambiental, com o acompanhamento 24 horas de dezenas de indicadores da usina de Santa Cruz, acessados em tempo real pelas autoridades ambientais.”

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui