Polícias Militar e Civil prendem dupla acusada de matar jovem em Copacabana

Criminosos já tinham passagem pela polícia, um deles tinha sido preso na sexta mas solta pelo Poder Judiciário do Rio de Janeiro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, tragédia que poderia ser evitada - Reprodução Redes Sociais

As polícias Militar e Civil prenderam, em aproximadamente 12h após o crime, os dois envolvidos no latrocínio que vitimou Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, jovem de 25 anos esfaqueado após ser roubado na Praia de Copacabana. Os dois criminosos haviam sido liberados da prisão após passarem por audiência de custódia, na última sexta-feira (17/11).

Ainda durante a madrugada de sábado para domingo, homens do 19° Batalhão de Polícia Militar (Copacabana) prenderam o primeiro participante do ataque criminoso. Anderson Henriques Brandão foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), reconhecido e confessou participação no crime. Ele tem 14 anotações criminais.

O segundo homem, identificado pelas forças policiais como Jonathan Batista Barbosa, de 37 anos, foi preso pela Polícia Civil, no início da tarde deste domingo, na Lapa, Região Central do Rio. Ele havia sido preso no último dia 17 por furto e receptação. Além disso, possui seis anotações criminais por homicídio, roubo, porte de arma de fogo, lesão corporal, furto e receptação.

Os dois homens foram presos e serão encaminhados para o sistema prisional.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Polícias Militar e Civil prendem dupla acusada de matar jovem em Copacabana
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui