Pontos turísticos do Rio vão ser monitorados por gestores

A ideia é que pontos turísticos muito visitados ganhem uma espécie de síndico, a exemplo dos subprefeitos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/Parque Bondinho

Para aprimorar a experiência positiva dos visitantes que chegam ao Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Turismo criou a função de Gestores Locais de Áreas Turísticas, os G-TURs. Esses profissionais vão atuar em pontos estratégicos para o setor na cidade. São eles: Orla Conde/Boulevard Olímpico, Pão de Açúcar, Escadaria Selaron, Arcos da Lapa e Cristo Redentor/Trem do Corcovado.

Os nomes dos primeiros nomeados para a função estão sendo publicados no Diário Oficial. Eles terão, entre outras tarefas, que melhorar as condições de acessibilidade e infraestrutura, limpeza, sustentabilidade, sinalização e ordenamento urbano nesses locais. A ideia é que pontos turísticos muito visitados ganhem uma espécie de síndico, a exemplo dos subprefeitos.

A identificação dos G-TURs será por meio de uniforme especial, composto por um colete com a arte do projeto, que deixará o profissional bem visível aos turistas. Os gestores terão que produzir relatórios mensais, que serão usados na melhoria das políticas públicas dos pontos turísticos.

Os G-TURs vão atuar sempre em duplas, preferencialmente nas ruas. O programa terá a parceria de secretarias como as de Conservação e Assistência Social, e de  órgãos como CET-Rio, Rio-Águas, Rio Luz, Comlurb e Guarda Municipal.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Pontos turísticos do Rio vão ser monitorados por gestores
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui