Posto de Proteção e Defesa dos Animais, da Ilha do Governador, registra aumento de atendimentos

A Prefeitura do Rio está investindo na compra de equipamentos e na melhoria das condições do posto para melhor atender à população e aos animais

Veterinária Mônica Macedo em atendimento - Reprodução: Ilha do Governador News

A Ilha do Governador registrou um aumento do número de atendimentos no posto da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA), na Praça Central do Cocotá, na Zona Norte da cidade. Em 2022, a unidade realizou 3.300 castrações, e mais de 1.500 atendimentos clínicos. No ano passado foram feitas 3.295 castrações, e aproximadamente 1.300 atendimentos clínicos. A maior parte dos usuários do posto são de moradores do bairro ou protetores independentes de animais.

A veterinária Mônica Macedo, uma das responsáveis pela unidade, destacou que os casos atendidos na instituição são bem variados. Ela ressaltou ainda a importância da instituição para região, já que muitas pessoas não poderiam pagar pelos tratamentos dos bichinhos, o que levaria a muitos deles a uma morte cruel.

 “A gente trabalha muito e gosta muito. Amo a minha profissão e adoro trabalhar com o público. Atendo vários casos diferentes no mesmo dia como alergia, rinotraqueite e otite. Muitos não podem pagar o atendimento numa clínica particular. As pessoas saem muito gratas, fico feliz em saber que confiam no nosso trabalho”, afirmou a veterinária.

O secretário da SMPDA, Vinicius Cordeiro, também destacou o caráter social do atendimento prestado aos animais no posto, o que permite aos protetores independentes prestarem socorro aos bichos que estão abandonados nas ruas ou sofrem severos maus tratos. O secretário enfatizou ainda que a Prefeitura do Rio está investindo na compra de equipamentos e na melhoria das condições do posto para melhor atender à população e aos animais.

“O posto da Ilha tem alto alcance social, pois atende uma população carente e além de ser uma ferramenta fundamental para a proteção independente da Ilha do Governador. Temos envidado esforços para melhorar a qualidade dos equipamentos, da manutenção do posto, da melhoria das condições de trabalho e manter uma equipe diligente e tecnicamente apta. Ocorre que no segundo semestre deste ano, a demanda por atendimento clínico tem aumentado, sobretudo, pelo refluxo do programa estadual (RJPET) o que ocasionou por uma maior procura de nossos serviços; temos que em 2023, tentar dar conta do aumento crescente de demanda, mas saudamos como positivas as estatísticas de pequeno aumento no atendimento deste ano, que era nosso objetivo,” disse Vinícius Cordeiro.

As informações são da página Ilha do Governador News.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui