Praça Paris, na Glória, passará por obras de revitalização ainda neste mês

As intervenções terão duração de dois anos e custarão R$ 18 milhões. O plano inclui a restauração de todas as estátuas e monumentos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Praça Paris, na Glória - Foto: Divulgação

A partir deste mês, a população carioca pode esperar a devolução de um ambiente de convivência e lazer completamente revitalizado com o início das obras de revitalização da Praça Paris, na Glória. O projeto conta com o apoio da Subprefeitura do Centro, do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) e será realizado pela Revitaliza Rio, uma iniciativa de um grupo de produtoras culturais que busca recursos de renúncia fiscal (ICMS e ISS) e da Lei Rouanet para recuperar espaços da cidade.

O plano inclui a restauração de todas as estátuas e monumentos. As intervenções, orçadas em R$ 18 milhões, estão previstas para durar dois anos. E além disso, as equipes da Comlurb responsáveis da pela poda de árvores na cidade serão treinadas para preservar o projeto paisagístico que remete aos jardins do Palácio de Versailles, na França, a fim de manter a identidade original do espaço, que atualmente está descaracterizado.

“A Praça Paris é uma das mais bonitas da cidade do Rio de Janeiro. A requalificação urbana desse equipamento de lazer garante uma utilização mais otimizada pela população. Hoje nós já temos muitas pessoas que frequentam o local e a partir dessa revitalização, certamente essa utilização vai ser ampliada, trazendo muitos benefícios não só para o bairro da Glória, como também para os bairros adjacentes” afirmou o Subprefeito do Centro do Rio, Alberto Szafran.

Renata Lima, uma das responsáveis pelo projeto, explica que a praça está bastante degradada e que medidas serão tomadas para evitar furtos, como substituir os letreiros de bronze dos monumentos por um material sem valor comercial. De acordo com o jornal “O Globo”, uma das peças que demandará mais trabalho na recuperação é a escultura do Almirante Barroso, criada em 1909, cuja base retrata imagens da Batalha do Riachuelo (1865), que foi decisiva para a vitória do Brasil e seus aliados na Guerra do Paraguai.

Advertisement

No mês passado, o grupo responsável pela revitalização concluiu uma intervenção nos jardins do Parque da Cidade, na Gávea, com um investimento de R$ 2,8 milhões. O parque foi residência do Marquês de São Vicente durante o período imperial e da Família Guinle. As estátuas, jardins e outros elementos arquitetônicos foram restaurados com a supervisão do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). A piscina projetada com elementos de arte marajoara foi uma das partes mais desafiadoras de ser restaurada.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Praça Paris, na Glória, passará por obras de revitalização ainda neste mês
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui