Prédio abandonado do INSS no Santo Cristo é destinado a habitação social

O edifício, que abriga aproximadamente 30 famílias de baixa renda, estava abandonado pelo INSS por uma década antes da ocupação em 2016

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Na sequência de uma decisão da Justiça Federal, o edifício abandonado do INSS, localizado no bairro Santo Cristo, zona portuária do Rio, poderá ter sua destinação voltada para programas de habitação de interesse social. A medida, anunciada pelo Ministério Público Federal (MPF), visa beneficiar as famílias que ocupam o espaço conhecido como Vito Giannotti, vivendo ali em condições de vulnerabilidade há oito anos. A informação é do portal “Brasil de Fatos”.

O INSS iniciou uma ação de reintegração de posse em 2017, buscando retirar os ocupantes e recuperar o uso do prédio. Entretanto, ao longo do processo, a discussão tomou novos rumos, culminando em uma solução que propõe a destinação social do imóvel. Como resultado, a ação foi extinta pela 23ª Vara Federal do Rio de Janeiro na última sexta-feira (19/01), após a autarquia desistir do processo.

O procurador regional dos Direitos do Cidadão, Julio José Araujo Junior, que atuou no caso, destacou que a decisão garantiu de maneira definitiva o direito das famílias, abrindo a possibilidade de destinar o imóvel à moradia através do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

Ao longo do processo judicial, o MPF demonstrou que o imóvel, situado na Rua Sara, nº 85, e pertencente ao patrimônio da União, não estava operacional para o INSS. Isso reforçou a necessidade de sua destinação para os moradores da ocupação. O órgão solicitou não apenas a extinção da ação de reintegração, mas também, por meio de recomendações, instou o INSS e a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) a direcionar o imóvel para fins de habitação de interesse social, além de estruturar o prédio para o assentamento das famílias.

Advertisement

Vale ressaltar que o edifício, que abriga aproximadamente 30 famílias de baixa renda, estava abandonado pelo INSS por uma década antes da ocupação em 2016. O nome da ocupação, Vito Giannotti, é uma homenagem ao ativista sindical e comunicador popular, criador do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC). O ativista morreu em 2015.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prédio abandonado do INSS no Santo Cristo é destinado a habitação social
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui