Prefeito do Rio divulga imagens do novo BRT com tecnologia Euro 6

Com chassis Mercedes-Benz e 23 metros de comprimento, o superarticulado tem capacidade para transportar aproximadamente 210 passageiros entre sentadas e em pé

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Composições do novo BRT Euro 6 / Divulgação

O Rio de Janeiro já conta com o primeiro ônibus articulado do sistema BRT (Bus Rapid Transit) dentro do padrão de reduções de emissão Euro 6 – obrigatória desde janeiro deste ano no Brasil. A informação foi divulgada pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), nesta segunda-feira (10), em um vídeo veiculado na internet. De acordo com o prefeito, as primeiras composições serão destinadas a Zona Oeste da cidade.

Com linhas modernas e sofisticadas, o amarelinho é uma aposta na modernidade e na funcionalidade energética. Com chassis Mercedes-Benz e 23 metros de comprimento, o superarticulado tem capacidade para transportar aproximadamente 210 passageiros, entre sentados e em pé em cada composição.

Os novos veículos fazem parte do lote de 561 novos ônibus comprados por meio de licitações. Parte deste total, que é de uma tecnologia anterior (Euro 5), foi entregue em 2022 e ao longo de 2023.

Contando com um orçamento da ordem de R$ 2,9 bilhões para 2023, a Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro (SMTR) deve destinar a maior parte desses recursos para a compra de novos ônibus para o sistema de BRT – cerca de R$ 1,4 bilhão. Vale lembrar que a SMTR tem, atualmente, o terceiro maior orçamento do município ficando atrás das áreas de Educação (R$ 8,8 bilhões) e Saúde (R$ 7 bilhões).

Advertisement

A bilhetagem, por sua vez, já foi concedida pela Prefeitura e, inicialmente, será implantada no sistema BRT. Os ônibus comuns a receberão em seguida.

Na atual gestão, o prefeito da cidade optou por atuar no setor de transporte por meio de licitações diferentes, com bilhetagem, compra de ônibus, operação das linhas e gestão do sistema.

De responsabilidade do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (P8) é a base para a determinação de aplicação da Euro 6, norma internacional de redução de poluentes que, no Brasil, passou a ser adotada em janeiro de 2023. Até março deste ano, no entanto, foi permitida a compra dos chassis Euro 5 fabricados até o fim de dezembro do ano passado. A tecnologia é 30% mais barata que a Euro 6. Esta, entretanto, é mais eficiente. Ela viabiliza uma redução de aproximadamente 75% de Óxido de Nitrogênio (NOx), 70% de Hidrocarbonetos e 50% de material particulado diante do Euro 5.

As informações e a imagem são do site Diário do Transporte.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeito do Rio divulga imagens do novo BRT com tecnologia Euro 6
Advertisement

6 COMENTÁRIOS

  1. Emite poluentes do mesmo jeito! Emite menos, mas emite. Sendo o BRT um sistema segregado o prefeito negligenciou a oportunidade de comprar ônibus zero emiss?es, que poderiam ser trólebus e/ou energizados por baterias. A outra opção teria sido fazer a transição energética com ônibus híbridos. Mas, não, optou por comprar movidos à diesel, e de uma concessionária vinculada à parentela (Guanabara Diesel).

  2. esse Paes sempre com idéias mirabolantes de seus apoiadores nas coxas que sempre dão em MERDA. como agora que estão refazendo todas as pistas do brt com um custo absurdo que ninguém deu garantia dos serviços e obras. tudo dele é desperdício. arena, ciclovias. esse cara é um perdulário do dinheiro do contribuinte. e o pior faz a vontade e nenhum poder fiscaliza ou toma medidas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui