Prefeitura alerta sobre elevação do número de casos de doenças respiratórias no inverno

Infectologista Ofélio Manuel esclarece que a vacinação e a aplicação de protocolos respiratórios podem auxiliar no controle das doenças

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vacinação contra a covid e gripe podem reduzir riscos de crise doenças respiratórias / Arquivo/Prefeitura do Rio

Com o início do inverno, muitas pessoas padecem com crises de doenças respiratórias ocasionadas pela diminuição da temperatura ou pela umidade do ar. O problema pode atingir pessoas de diferentes idades. Por isso, manter o calendário vacinal atualizado é a melhor prevenção.

A Prefeitura do Rio de Janeiro destaca que as vacinas contra gripe e a covid-19 estão disponíveis nos postos do município para toda a população, a partir dos seis meses de idade. A vacinação acontece de segunda-feira a sábado, nas 237 unidades de Atenção Primária; e  de domingo a domingo, das 8 às 22h, no Super Centro Carioca de Vacinação (SCCV), em Botafogo. O local também oferece drive-thru para atender idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

O infectologista Ofélio Manuel, responsável técnico na Clínica da Família Milton Fontes Magarão, esclarece que, além da vacinação, a aplicação de protocolos respiratórios pode auxiliar no controle da disseminação das doenças.

“ As vacinas são a melhor maneira de prevenir. Estudos têm associado à vacinação a redução das internações, mortes e complicações infecciosas, como pneumonias, sinusites, otites, entre outras. Além da vacinação, podemos destacar também a adoção de algumas medidas que auxiliam no controle da transmissão das doenças respiratórias, como evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos contaminadas, proteger a face ao espirrar e a principal delas: a lavagem das mãos”, diz o médico, acrescentando que “crianças abaixo de 4 anos e idosos com mais de 65, são mais vulneráveis às complicações. Além das gestantes, obesos e imunossuprimidos. Nesse período, vemos a prevalência de alguns vírus respiratórios mais comuns, como o do resfriado comum, da influenza (gripe), da covid-19 e o sincicial respiratório”.

Advertisement

Por conta do frio, as pessoas tendem a procurar lugares fechados, o que favorece a transmissão de vírus. Por isso, é preciso evitar o contato direto com pessoas resfriadas e locais com grandes aglomerações.

Em caso de sintomas de crises respiratórias, o paciente pode comparecer às unidades de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (clínicas da família e centros municipais de saúde), que realizam os primeiros cuidados de atendimento dos sintomas, com acompanhamento da evolução do quadro.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura alerta sobre elevação do número de casos de doenças respiratórias no inverno
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui