Hoje o trânsito do Centro, principalmente na Rio Branco é caótico pela atuação da PM. Espero que agora melhore.

A partir de segunda-feira, o Município passa a controlar o trânsito no Centro, dando início ao convênio assinado em janeiro com o Governo do Estado, que repassa à Prefeitura a administração, fiscalização e orientação do trânsito de toda a cidade. Para cobrir a área, até então sob a responsabilidade da Polícia Militar, a Guarda Municipal empregará 180 agentes. Esse efetivo foi orientado para garantir fluidez e segurança ao tráfego de veículos, a partir dos principais corredores viários entre a Rodoviária Novo Rio e o Aeroporto Santos Dumont. Selecionados entre os 700 que integram os dois Grupamentos Especiais de Trânsito da GM-Rio, os 180 guardas atuarão da seguinte forma: 160 trabalhando diariamente de 6 às 21 horas, sendo 80 por turno (65 cobrindo os postos a pé, e 15 na supervisão e no suporte com seis viaturas e seis motocicletas).

Os outros 20 foram divididos em duas equipes para se revezarem, à noite, na supervisão motorizada. O efetivo será distribuído em 59 pontos fixos, definidos a partir de planejamento feito pela Diretoria de Operações da Guarda e pela CET-Rio. O estudo mapeou toda a região, considerando aspectos como principais cruzamentos, áreas de faixa seletiva, mudança reversível de mão e horários de grande fluxo. Entre esses pontos estão as avenidas Presidente Vargas, Rio Branco e Antônio Carlos, o entorno da Rodoviária Novo Rio e do Aeroporto Santos Dumont

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui