Prefeitura de Niterói amplia a sua rede de atendimento em saúde mental

Bairro do Fonseca ganha sede do Centro de Atenção Psicossocial Álcool Outras Drogas Alcenir Veras, que funciona 24h, inclusive em feriados e finais de semana

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa / Creative Commons

A Prefeitura de Niterói segue investindo na ampliação da sua rede de atendimento em saúde mental. Recentemente, o bairro do Fonseca ganhou as sedes do Centro de Cultura e Convivência de Niterói (CCCN) Dona Ivone Lara e do Centro de Atenção Psicossocial Álcool Outras Drogas Alcenir Veras (CAPS-AD 24 horas) – que agora presta atendimento 24 horas, inclusive em finais de semana e feriados.

Para a secretária municipal de Saúde, Anamaria Schneider, o CAPS AD III é um equipamento condizente com a atual linha de tratamento mental no Brasil, além de oferecer uma estrutura melhor para atender a demanda por este tipo de serviço.

“São entregas muito importantes e que possuem espaços adequados para o acolhimento e atendimento, além do trabalho de integração e socialização dos usuários da saúde mental e seus familiares. Esse momento simboliza o esforço contínuo da Prefeitura de Niterói em promover saúde, cultura e bem-estar para seus cidadãos”, afirma Anamaria.

A unidade, que é destinada a adultos, já conta com 734 usuários cadastrados. Pacientes em crise também são recebidos no local. A unidade dispõe de oito leitos de acolhimento noturno destinados a situações semelhantes. Além disso, as equipes do CAPS AD oferecem atendimento multidisciplinar a usuários e familiares, além de várias oficinas.

Advertisement

Leia também

Dengue: Ministério da Saúde envia 1º lote de vacinas enquanto RJ intensifica medidas de combate

Fortemente afetadas pelas chuvas desta quarta-feira, Japeri e Nova Iguaçu não apresentaram plano de redução e adaptação à crise climática

O Centro de Cultura e Convivência de Niterói Dona Ivone Lara, por sua vez, é destinado ao desenvolvimento de habilidades e a promoção da interação social. No local, são oferecidas oficinas de música, artesanato, relacionadas a práticas corporais, criatividade e em outras áreas.

O diretor-geral da FeSaúde e responsável pela gestão da Rede de Atenção Psicossocial de Niterói, Pedro Lima, ressalta a importância da estrutura criada, especialmente para a população de rua cujo acesso aos serviços de saúde geralmente é precário.

“O trabalho tem como fundamentos a assistência e o cuidado das pessoas em população de rua a partir do cuidado integral, singular e técnico capacitado. A abordagem se dá via equipe de Atenção Psicossocial dentro da lógica da redução de danos e do cuidado em liberdade, direção essencial da política nacional de Saúde Mental”, pontua Pedro Lima.

Informações: Niterói News

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura de Niterói amplia a sua rede de atendimento em saúde mental

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui