Prefeitura de São Gonçalo decreta situação de emergência após temporal

Chuvas ocasionaram deslizamentos de encostas, alagamentos e dezenas de pessoas estão desabrigadas. Bombeiros informam que há nove pontos de deslizamento na cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução/TV Globo

A Prefeitura de São Gonçalo decretou situação de emergência nesta terça-feira, (14/02) após as fortes chuvas que atingiram a cidade da Região Metropolitana do Rio. O temporal ocasionou os deslizamentos de encostas, alagamentos e dezenas de pessoas ficaram desabrigadas.

Até o momento, uma mulher morreu e três pessoas, de uma mesma família, estão desaparecidas.

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial e autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais, sob coordenação da Defesa Civil, a atuarem “nas ações de resposta ao cenário de desastre”. O objetivo, segundo a prefeitura, é garantir rapidez nas medidas. A situação de emergência terá duração inicial de 90 dias, podendo ser prorrogada.

Uma força-tarefa foi criada para atuar na limpeza e remoção de lama, lixo e entulho, além de dar assistência às vítimas e desabrigados ou desalojados e 47 pontos de apoio para atender desabrigados e desalojados foram abertos.

Advertisement

Leia também

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Polícia Militar planeja ampliar sistema de reconhecimento facial para 650 câmeras no RJ

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram identificados, pelo menos, nove pontos de deslizamento de terra no município. Um dos bairros mais afetados foi o do Engenho Pequeno.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura de São Gonçalo decreta situação de emergência após temporal

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui