Prefeitura demole prédio irregular avaliado em R$ 4 milhões na Ilha da Gigoia

O imóvel de quatro andares estava sendo construído pela milícia em uma das áreas mais turísticas do Rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Prédio irregular é demolido na Ilha da Gigoia — Foto: Divulgação

Uma operação da Prefeitura do Rio na manhã desta terça-feira (15/08) demole um prédio de quatro andares construído irregularmente por milicianos na Ilha da Gigoia, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O imóvel, avaliado em R$ 4 milhões, foi erguido na região, muito frequentada por cariocas e turistas na cidade.

O local não possui autorização da Prefeitura e, segundo os especialistas, é ilegalizável, pois não atende os parâmetros urbanísticos para essa parte da cidade. O proprietário já havia sido notificado para a paralisação da obra. A construção encontra-se desocupada.

Dos quatro andares, três já possuem alvenaria e emboço concluídos, com pisos de mármore, que seriam destinados a moradias, além do último, que de acordo com informações, seria construído um salão de jogos e área de lazer, totalizando aproximadamente 300 metros quadrados de área ocupada.

Desde de 2021, a Secretaria de Ordem Pública do Rio já realizou 2.794 demolições de construções irregulares na capital fluminense, sendo 75% dessas em áreas dominadas pelo crime organizado.

Advertisement

Sabemos que esses grupos criminosos se utilizam do mercado imobiliário irregular para lavagem de dinheiro e para enriquecer ilegalmente e por isso a importância dessa parceria com o Ministério Público”, destaca o Secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Também participam da operação agentes da Secretaria de Conservação, da Guarda Municipal, Comlurb, Rio Luz e Águas do Rio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura demole prédio irregular avaliado em R$ 4 milhões na Ilha da Gigoia
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui