Prefeitura do Rio a favor da desordem? – Bastidores do Rio

No carnaval teve cabo eleitoral de Calero dizendo que não se for para ajudar ambulante, nem o chamem. A energia de Soranz e do casal Castro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Quintino Gomes Freire - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

E o Kiko?
O funcionário da prefeitura de colete “Ordenamento” que foi pego ajudando e defendendo ambulantes clandestinos em Santa Teresa durante o carnaval foi cabo eleitoral logo do Marcelo Calero. Que decepção!

E o Kiko II
Ele postou fotos em redes sociais ajudando os camelôs que deixaram Santa Teresa intransitável durante o Carnaval, e escreveu: “se não for pra ajudar os ambulantes, nem me chama”. Ele é assessor na GEL Botafogo e estava “atuando” por ela, sempre ela: a Riotur….

E o Kiko III
Depois de ser “descoberto”, apagou a postagem. Mais umas horas depois, mudou a história. Passou a dizer que estava tirando pessoalmente os camelôs do caminho, pois não teria apoio “da Seop nem da Guarda“. Ah, bem. Então tá explicado.

Desordem
E esse foi o Carnaval da desordem, mesmo o Rio dependendo tanto do evento para o turismo, tomaram conta da cidade os ambulantes: da Orla ao Centro. Não, não eram os que andam vendendo cerveja, eram os parados ocupando espaço.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Desordem II
Isso sem contar os pequenos assaltos, que poderiam ser resolvidos com uma boa dinâmica e conversar entre os órgãos de segurança.

Desordem III
Já passou da hora da Prefeitura do Rio rever papel da Guarda Municipal, hoje praticamente inútil e que só reclama, salvo poucos guerreiros.

Desordem Importada
E nem eram ambulantes do Rio. Kombis e mais kombis (sempre podres e quase sempre sem placa) vieram da baixada, com centenas de camelôs que poderiam formam um bloco: o do “Caos Urbano”.

Falta Homem
Reclamação séria de uma cidadã e foliã ao receber o kit “anti família” da Prefeitura do Rio. Vinha com tudo que era preciso, só não vinha com homem que está em falta nos blocos.

@prazerkika Finalmente me senti incluída ?? … #carnavaltiktok #riodejaneiro #sus #vivaosus #carnaval2023 #prefeitura #saudedamulher #humorbrasil #standupcomedy #prazerkika ? som original – Ilka

Energia
Daniel Soranz e o casal Analine e Cláudio Castro trocaram o sangue por Red Bull nesse Carnaval, conseguiram participar do Carnaval de Salvador e do Rio. Incluindo bailes, blocos e feijoadas. Parecem discípulos de Priscylla Almawy, coordenadora de comunicação da Câmara do Rio.

Que loucura
Soranz, inclusive, andava com Narcisa Tamborindeguy a tira colo. O que mostra que ele é um homem muito, muito paciente.

Mumbucão
Quem adotar um cachorrinho em Maricá pode ganhar até 130 reais por animal na moeda local, a “Mumbuca”. Mas tem limite: até 10 animais por pessoa, e por até 1 ano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura do Rio a favor da desordem? - Bastidores do Rio

Advertisement

6 COMENTÁRIOS

  1. No aterro do flamengo, sábado de carnaval, na pista interna onde as pessoas correm, andam de bicicleta, tudo tomado por ambulantes e havia de tudo.

    Eduardo Paes herdou um governo medíocre do Crivella, mas também tem muita culpa nisso já que gasta suas energias em coisas inúteis como o apoio ao Candidato ao Governo do Estado Felipe Santa Cruz, um idiota útil do PT.

    É notório que o interesse pelo Rio nunca foi prioridade, prova disso: centenas de favelas, educação ruim, desordem urbana, criminalidade…

    REFORMA POLÍTICA em que teríamos o FIM da reeleição, políticos com prazo de 12 anos no máximo em cargos políticos, FIM do fundo partidário, Fim das coligações, diminuição de 40 partidos para 7 no máximo, Fim da farra de assessores ( máximo de 7), Fim das regalias, PROVA no padrão OAB para ser candidato… AFINAL, TUDO ISSO COM NOSSO DINHEIRO DE IMPOSTOS.

  2. GM sempre foi inútil porque desde o início é um órgão arrecadador da prefeitura, colocam ela somente pra multar o cidadão que tem automóvel, maior pagador de impostos da cidade. Enquanto isso os parques, monumentos, escolas públicas e demais patrimônios da cidade são assaltados diariamente. Fora os túneis, semáforos, iluminação, sem 1 guarda sequer, tudo roubado durante o dia na cara de todo mundo, já que esse COR inútil também não vê os assaltos e não enxerga os congestionamentos provocados por camelôs. Sinceramente, o melhor pra cidade é extinguir esse órgão inútil fazendo a prefeitura economizar milhões por mês, é melhor contratar seguranças particulares para colocar nos parques e escolas do que ter essa guarda inútil que só sabe ameaçar greve na véspera de algum evento importante.

    • Queria que esse jornal fosse tigrão com outras classes trabalhadoras também.

      Tchutchuca do mercado imobiliário e hoteleiro a gente sabe que é.

      Sobre a inutilidade visível da Guarda Manucipal, concordo. Os “marrozinhos” só protegem (muito mal) a propriedade privada. Se perguntar pro carioca se a vida dele iria melhorar ou piorar com o fim da GM, ele diria que tanto faz. Tem regiões da cidade que eles nem existem mesmo.

  3. Organizar malsão evento, herdeiro de Carnéias, Saturnálias e outras esquisitices sob medida para massa iganara, entorpecida pela maliciosa agenda midiática daqueles que mantém distância higiênica de tal mixórdia cultural, torna “enxugar gelo” algo louvável.
    Fim ao que é ruim; sem abrandamentos.
    Simples.
    “Pra frente, Brasil”!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui