Prefeitura do Rio anuncia protocolo de reativação da Ciclovia Tim Maia após período de interdição

A restauração custou R$ 6 milhões à Prefeitura do Rio e foram investidos R$ 18 milhões em obras de contenção das encostas na Avenida Niemeyer

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O término das obras de restauração da Ciclovia Tim Maia está programado para este sábado (25/11), com a colocação dos últimos 20 metros de guarda-corpos. E a Prefeitura do Rio tornou público, na última sexta-feira (24/11), o conjunto de diretrizes para a reativação do trecho entre São Conrado e Vidigal. O trecho estava fechado, desde 2019, por ordem judicial após uma sequência de acidentes nos quais partes da estrutura cederam. A informação é do Jornal Extra.

O protocolo estabelece um sistema contínuo de monitoramento das condições meteorológicas, como precipitação, velocidade do vento e altura e direção das marés, para determinar a necessidade de fechamento da ciclovia. Esse plano é parte de uma série de documentos que serão apresentados à justiça nos próximos dias.

A pista será fechada sempre que a Marinha emitir alertas ou quando o sistema de monitoramento por boias para sinalizar o risco de ressacas, com ondas atingindo dois metros ou mais. A velocidade dos ventos e a possibilidade de tempestades serão monitoradas remotamente por uma estação meteorológica instalada pelo Sistema Alerta Rio no Morro do Vidigal, comunidade muito próxima à ciclovia. A avaliação é de que não é seguro trafegar na pista com ventos superiores a 65 quilômetros por hora.

“Estamos estabelecendo critérios de segurança com o objetivo de obter a liberação da via” afirmou o Prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Advertisement

A ciclovia contará com oito pontos de bloqueio equipados com cancelas e sinais luminosos vermelhos. E painéis luminosos com alertas sonoros para os ciclistas também serão instalados.

A restauração custou R$ 6 milhões à Prefeitura do Rio e foram investidos R$ 18 milhões em obras de contenção das encostas na Avenida Niemeyer para prevenir novos deslizamentos, semelhantes aos que afetaram a ciclovia. Com base em estudos laboratoriais sobre o impacto das ondas na estrutura, a prefeitura implementou reforços para evitar acidentes.

A Ciclovia Tim Maia foi inaugurada em janeiro de 2016 para os Jogos Olímpicos do Rio e três meses após sua inauguração, ocorreu o primeiro acidente, resultando em duas mortes quando uma parte desabou durante uma ressaca do mar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura do Rio anuncia protocolo de reativação da Ciclovia Tim Maia após período de interdição
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui