Prefeitura autoriza aumento nas tarifas de táxis

Decisão, publicada no Diário Oficial do Município desta sexta-feira, entra em vigor no dia 1º de janeiro. Bandeira passa de R$5,90 para R$6 reais

Imagem apenas ilustrativa | Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro aprovou o aumento nas tarifas de táxis dentro do município a partir de 2023. Com a mudança, a bandeirapassa dos atuais R$5,90 e vai para R$6 reais. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira, (30/12).

Confira a tabela completa dos aumentos:

Táxis comuns

Na bandeira 1, exercida entre 6h e 21h, de segunda a sábado, o valor vai de R$ 2,90 por quilômetro rodado para R$ 3,20;

A bandeira 2, que funciona entre 21h e 6h, de segunda a sábado, domingos, feriados e subidas íngremes (a qualquer horário). Nessa bandeira, o valor passa de R$ 3,48 para R$ 3,84;

Em relação à hora parada ou espera, o valor aumenta de R$ 36,54 para R$ 40,32;

E a tarifa do volume transportado sai e R$ 2,90 e passa a ser de R$ 3,20.

Táxis executivos

A bandeirada dos táxis especiais, que são executivos, passa de R$ 7,90 para R$ 8,05;

A tarifa por quilômetro rodado sobe de R$ 5 para R$ 5,50;

O valor da hora parada ou espera aumenta de R$ 63 para R$ 69,30;

A tarifa de volume transportado sobe de R$ 2,90 para R$ 3,20;

E em relação a tarifa da tabela horária à disposição do passageiro passa de R$ 142 para R$ 143.

A secretária de transportes, Maína Celidonio, afirma que o aumento faz parte do reajuste anual. “O reajuste foi calculado de forma a compensar o aumento do preço dos insumos usados pelos taxistas e considerando também o contexto econômico do país e da cidade”, conclui a secretaria.

A tabela com os novos preços e as orientações para impressão estarão disponíveis no site da Secretaria Municipal de Transportes a partir do dia 1º de janeiro.

A tabela deverá ser impressa pelo taxista e apresentada ao passageiro quando a viagem for concluída. Em caso de utilização de tabela com valores alterados ou fora de sua categoria, o taxista será penalizado de acordo com o Código Disciplinar do Serviço de Táxi no Município do Rio de Janeiro.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante esse aumento, diante das tarifas bem mais em conta do Uber, que também são muito mais eficientes, é por isso que as pessoas estão deixando de andar de amarelinho, a diferença é absurda! É importante lembrar que quando os amarelos colocaram gás eles não diminuiram as tarifas e continuaram cobrando preço de gasolina, lucraram muito, mas essa diferença nunca foi repassada aos consumidores, hoje os amarelos cobram caro e os motoristas não se reciclaram, amarelos nunca mais, viva o Uber!!!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui