Prefeitura do Rio exclui União da Ilha do Réveillon da Ilha do Governador

A União da Ilha, a escola oficial do bairro, não foi convidada pela Riotur para fazer parte do show de fim de ano, na Praia da Bica.

Fotos : Fernando Souza/Riotur

A virada do ano é um momento de celebração, onde nossas paixões são exaltadas e relembradas. Para o fim de ano, a Prefeitura do Rio vem divulgando inúmeros pontos na cidade para se comemorar a chegada de 2023. Um desses pontos tradiocionais, é na Praia da Bica, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, mas o que deveria ser um momento de alegria se tornou uma “dor de cabeça”.

Para a programação de fim de ano a Riotur disponibilizou diversos artistas para a Ilha, como o grupo de pagode Tá na Mente e a cantora Rebecca, além da escola de samba da Mangueira. O último convidado está causando burburinhos nas redes sociais, já que a Ilha do Governador possui uma escola de samba oficial, a União da Ilha, e alguns moradores alegam que é desrespeitoso ter outra escola na região.

Uma moradora, que preferiu não se identificar, alega que é essa mudança é uma quebra de tradição, pois durante anos a bateria da União participou do Réveillon. Em um post no Instagram que divulgou as atrações, muitos moradores da região pedem para que a Riotur valorize os artistas locais e a escola que é muito amada pelos insulanos.

Foto: Reprodução

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Com certeza a Riotur cometeu um equívoco e fará a reparação tempestivamente, pois como um órgão respeitado pelos eleitores da Ilha do Governador, fará o ajuste. O Eduardo Paes é muito querido pela Agremiação e pedirá aos seus subordinados que consertem a falha. “Bença dindinha, hoje eu quero sambar…”

  2. Nada contra a Mangueira! Riotur e prefeitura do Rio, ainda dá tempo de desfazer esse absurdo! A Bateria da Ilha é tradução no réveillon da Praia da Bica.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui