Prefeitura do Rio inaugura Terminal Magarça, em Guaratiba

Terminal Magarça é a primeira de quatro estações que serão ampliadas no corredor Transoeste

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio inaugurou neste domingo (31/03) o Terminal Magarça, em Guaratiba, que faz parte do corredor Transoeste, o primeiro instalado na capital, em 2012. O equipamento é um dos quatro terminais que estão sendo construídos na cidade, a partir da ampliação de antigas estações. Curral Falso, Mato Alto e Pingo d´Água estão em obras atualmente.

A abertura do novo Terminal Magarça acontece três meses após a inauguração da Nova Transoeste, que teve 31 quilômetros de calhas revitalizadas. Com a recuperação das pistas, a Prefeitura do Rio buscou dar mais conforto e segurança aos cariocas e iniciou a transformação de estações em terminais, um investimento de R$ 180 milhões.

Participaram da inauguração o secretário municipal da Casa Civil, Eduardo Cavaliere; as secretárias municipais de Infraestrutura, Jessick Trairi, e de Transportes, Maína Celidônio; a diretora-presidente da MOBI-Rio, Claudia Secin, e o subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

O Terminal Magarça ganhou um novo módulo, conectado ao já existente, e um terminal alimentador de ônibus e vans, vindos da Estrada do Magarça. No local foi construído ainda um estacionamento exclusivo para 250 bicicletas.

Advertisement

As obras dos outros três terminais seguem. No Mato Alto já existe a estrutura dos novos viadutos, e a passarela, que vai receber usuários de Sepetiba e Campo Grande, está pronta para uso. Parte da estação antiga foi desmontada para a construção da nova instalação, que será integrada por dois terminais de ônibus e vans. O projeto ainda prevê retornos para veículos comuns e o bicicletário com capacidade para 250 vagas.

O novo Terminal Pingo D’Água vai ter 17 mil m² (hoje são 2 mil m²) e substituirá a estação de mesmo nome, com integração entre ônibus alimentadores e vans, oriundos da Estrada da Pedra e da Avenida Dom João VI. Já foram concluídas as melhorias no sistema de drenagem no entorno do novo terminal e as fundações. Em virtude do alto tráfego de ciclistas na região de Guaratiba, o novo bicicletário com capacidade para 600 bikes está em execução.

Para a implantação do Terminal Curral Falso, a antiga estação de apenas 300 m² foi demolida, dando lugar a outra 56 vezes maior, com 16 mil m². Enquanto durarem as obras, uma estação provisória permanecerá em funcionamento. Serão construídos um terminal alimentador para a integração entre ônibus e vans vindos da Estrada de Sepetiba e da Avenida Cesário de Melo e uma passarela de acesso ao novo terminal. Também haverá melhorias nos sistemas viário e de drenagem no entorno e a instalação de uma parada para 400 bicicletas.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura do Rio inaugura Terminal Magarça, em Guaratiba
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais de 100 milhões gastos com asfalto ou com amigos empresários da construção civil… A cidade perdeu o bonde da história, abandonou sua agricultura, não se industrializou quando indústria gerava empregos de boa remuneração, não se educou para entrar na transição de serviços e agora perde mais uma vez na revolução tecnológica… Mas tudo bem. A Senzala Oeste sempre vai poder contar com um terminal de ônibus lotado pra ficar 4 horas de pé pra ir servir a Casa Grande na Barra. Obrigada Sinhôzinho.

  2. Enquanto isso os ônibus 14 (Santa Efigênia x Recreio), que no início eram os ônibus “maiores”, agora usam os normais que fazem a linha 17. Ou seja tudo começa bem e vai normalizando aos poucos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui