Prefeitura do Rio inicia reforço em campanha de vacinação contra a poliomielite

O objetivo da intensificação é atualizar a caderneta de vacina dos cariocas de 1 a 4 anos; cerca de 160 mil crianças não foram imunizadas contra a paralisia infantil na capital

Foto: Marcos Lopes/Ministério da Saúde

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, começa nesta segunda-feira, (17/10), o reforço na campanha de vacinação contra a poliomielite. No Rio, apenas 51% dos pequenos foram imunizados, ainda faltam 160 mil crianças, de 1 a 4 anos, comparecer aos postos para receber a dose extra contra paralisia infantil na capital.

O esquema vacinal da pólio é composto por doses aos 2, 4 e 6 meses de idade, e mais uma gotinha aos 15 meses e aos 4 anos. Em complemento, está sendo aplicada mais uma dose de reforço para crianças entre um e quatro anos.

O objetivo da intensificação da busca ativa é a atualizar a caderneta de vacinação dos cariocas entre 2 meses e 14 anos para garantir que estejam em dia com todas as vacinas recomendadas para cada faixa etária.

Doença

A Poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas doentes e provocar paralisia. A vacina é de extrema importância, pois é a única forma de prevenção contra a poliomielite.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui