Prefeitura faz megaoperação para demolir 57 imóveis irregulares em Realengo

As construções ilegais estavam causando prejuízo ao solo, risco de desabamentos e danos ao meio ambiente

Foto: Reprodução/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, o Ministério Público e a Polícia Civil realizam na manhã desta quinta-feira, (22/12), uma megaoperação para demolir 57 construções irregulares financiadas pelo crime organizado no entorno do Rio Catarino, em Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A operação conta com apoio de equipes da Comlurb, da Light e da Águas do Rio. Foram demolidos garagens, bares, oficinas mecânicas, lava jatos e até salões de belezas. Os imóveis ilegais, de acordo com os órgãos de segurança, estavam causando prejuízo ao solo, risco de desabamentos e danos ao meio ambiente.

O Ministério Público ressalta que os responsáveis já haviam sido notificados, mas nenhum deles compareceu à Secretaria de Meio Ambiente para apresentar os documentos solicitados. 

Equipes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente também participam dessa operação.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a prefeitura do Rio sobre alerta das enchentes do Rio Catarino que vem causando inundações por causa das construções ilegais em toda sua extensão principalmente te na rua Bernardo de Vasconcelos causando danos prejuízos a centenas de moradores.

  2. os caras constroem um shopping por cima do Rio Catarino e ainda são convocados pra apresentar documento do que não pode ser documentado – doideira – vai lá e derruba.

  3. Parabéns à Prefeitura, isso sim é trabalho sério e competente, a gente critica muitas vezes, mas na hora de elogiar tem que reconhecer que a prefeitura está no caminho certo, tem q demolir todas as construções ilegais da cidade, mormente as que avançam em áreas de florestas. Muito bem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui