Prefeitura inicia o cadastro de mototaxistas para o aplicativo Moto.Rio

Segundo a prefeitura, no novo aplicativo o valor integral da corrida vai para o mototaxista

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Os mototaxistas terão que fazer o cadastro no fim de semana, no Clube do Servidor - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

A Prefeitura faz, na sexta, sábado e domingo (19, 20 e 21/5), o registro presencial dos mototaxistas pré-cadastrados no aplicativo Moto.Rio, para que eles possam fazer viagens com passageiros a partir de junho. O posto de atendimento funcionará no ginásio do Clube do Servidor Municipal, que fica na rua Ulysses Guimarães s/n, na Cidade Nova. O atendimento será dividido pelos números das placas das motocicletas:

  • Sexta-feira (19/5): 7h às 20h: placas com final 0, 1, 2 e 3
  • Sábado (20/5): 7h às 20h: placas com final 4, 5, 6 e 0
  • Domingo (21/5): 7h às 20h: placas com final 7, 8, 9 e 0

Para participar desta etapa, é necessário fazer o pré-cadastro no aplicativo Moto.Rio até esta terça-feira (16/5). Os mototaxistas inscritos precisam ter mais de 21 anos de idade e apresentar os seguintes documentos (original e cópia):

  • Carteira de Habilitação – Categoria A (mínimo de 2 anos de experiência)
  • Documento comprovando que é a/o proprietária/o da moto (CRLV)
  • Caso a motocicleta seja de terceiros, será necessária uma procuração pública ou privada para utilização do veículo, com cópia autenticada do documento com foto da/o dona/o da motocicleta
  • Apólice de seguro APP (para acidentes pessoais de passageiros)
  • Certidões negativas criminais do 1º ao 4º Ofícios
  • Certidão de quitação eleitoral

Os mototaxistas que não tiverem uma apólice de seguro APP poderão contratar o serviço, no Clube do Servidor, no momento do cadastro presencial. O seguro de responsabilidade civil facultativa (RCF) também será necessário, mas poderá ser contratado posteriormente. As motocicletas precisam estar em boas condições, ter cortador de linha de pipa acoplado, apoio lateral e traseiro para o passageiro, porta bagagem. O condutor precisará vestir um colete especial refletivo e, além de usar capacete, precisará ter um capacete disponível para o passageiro.

Para realizar o serviço pelo aplicativo, os condutores também precisam fazer o curso de especialização para mototaxistas, regulamentado pelo Detran, e a motocicleta deverá ter placa vermelha, como os táxis.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Os mototaxistas poderão estacionar os veículos na Rua Afonso Cavalcanti, em frente ao edifício da Prefeitura, o Centro Administrativo São Sebastião, que fica próximo ao Clube do Servidor Municipal.

O Moto.Rio foi desenvolvido pela IplanRio (Empresa Municipal de Informática), em parceria com a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR). O aplicativo facilitará a opção de transporte acessível e, quando as primeiras corridas começarem, funcionará de forma semelhante ao Taxi.Rio, com opção do passageiro escolher percentuais do valor total da corrida. O app Moto.Rio está disponível para ser baixado gratuitamente em smartphones com sistema Android, no Google Play.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura inicia o cadastro de mototaxistas para o aplicativo Moto.Rio

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui