Prefeitura inicia rastreamento via GPS de fios, sinais e lixeiras alvos de furtos no Rio

Município instalou mais de 50 geolocalizadores em equipamentos públicos para mapear áreas críticas de receptação dos materiais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
(Foto: Fábio Costa)

Com o objetivo de auxiliar na redução de furtos de peças de equipamentos municipais e bens públicos da cidade do Rio de Janeiro, como fios, sinais, papeleiras, entre outros, a Secretaria de Ordem Pública iniciou em novembro um programa de rastreamento desses materiais em algumas regiões da cidade que apresentam grandes índices de furtos.

Ele consiste na instalação de gps e no acompanhamento dos objetos furtados, identificação para onde eles são levados e na realização de operações nesses locais de receptação das peças. Para isso, foi montada uma equipe de monitoramento que acompanha 24 horas qualquer movimentação das câmeras e, em caso de furto, ela aciona os agentes operacionais para uma operação.

Nós estamos incrementando as nossas ações de fiscalização a ferros-velhos e a estabelecimentos que receptam esses materiais oriundos de furto. Com essa nova frente de atuação, a SEOP acrescenta tecnologia e inteligência ao trabalho de apreensão, especialmente, de fios e cobres que já temos feito desde o início da gestão”, explica o Secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Nesta primeira fase, foram instalados mais de 50 geolocalizadores em equipamentos públicos e as informações analisadas vão auxiliar a SEOP a refinar seu mapeamento de áreas críticas de receptação desses materiais, além da realização de operações para a apreensão dos bens furtados. Todo o desenvolvimento do sistema operacional do mapa de acompanhamento dos geolocalizadores foi criado pela equipe do Escritório de Dados da Prefeitura do Rio.

Advertisement

A Secretaria de Ordem Pública também realiza fiscalizações constantes em ferros-velhos por todo o município e, desde 2021, já foram apreendidas cerca de 80 toneladas de fios e cobre, além da interdição de aproximadamente 100 ferros-velhos clandestinos ou que atuavam com alguma ilegalidade.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura inicia rastreamento via GPS de fios, sinais e lixeiras alvos de furtos no Rio
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Eu fico pasmo com a incapacidade da nossa justiça e do poder público em geral: prender e soltar o cracudo que rouba os fios não adianta nada, pois ele só está preocupado em arranjar algum dinheiro para comprar a droga e nada vai impedi-lo de continuar roubando, EXCETO prender o comprador. O que adianta é prender E MANTER PRESO o receptador, pois prender e soltar é dar a certeza que vale a pena comprar a mercadoria roubada e que NADA de grave vai acontecer com ele. Mantenha o receptador preso que logo o roubo dos cabos diminuirá e MUITO!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui