Prefeitura planeja suspender atividades ao ar livre quando a sensação térmica bater os 45ºC

Centro de Operações Rio está desenvolvendo dois “marcos” de temperatura para a recomendação de suspensão das atividades

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa - Praia cheia no Rio de Janeiro / Reprodução Internet

A onda de calor que atinge o Rio de Janeiro tem preocupado a Prefeitura. Com a chegada do verão e a elevação natural da temperatura, o temor é de que a sensação térmica seja ainda mais elevada do que as registradas até o início do mês. Por isso, o poder público municipal planeja tomar novas medidas de precaução quanto às atividades realizadas ao ar livre.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz (PSD), adiantou que o Centro de Operações Rio (COR) está desenvolvendo “marcos” de temperatura para a recomendação de suspensão das atividades ao ar livre na cidade. A ideia é configurar pelo menos duas classificações relacionadas às sensações térmicas acima de 45ºC e a partir dos 50ºC.

“A gente está criando alguns marcos aqui no COR para suspensão de atividades. Principalmente, recomendações de suspender atividades físicas ao ar livre, quando a gente tiver uma sensação térmica a partir do limite, acima de 45ºC, e algumas outras suspensões (ainda a serem definidas) a partir de 50ºC de sensação térmica”, explicou o secretário de Saúde, segundo o jornal O Globo.

A Prefeitura já havia anunciado um plano de contingência quando a sensação térmica atingiu 60ºC. A abertura de mais de 100 pontos de hidratação para moradores de rua foi uma delas. Clínicas da família, centros municipais de saúde e o Super Centro Carioca de Saúde, em Benfica, na Zona Norte da cidade, serão os locais onde os pontos de hidratação vão funcionar.

Advertisement

Leia também

Conheça seis motivos para investir em uma pós-graduação

Aeroporto Santos Dumont pode ser fechado durante o G20, em novembro

A população, no entanto, deve fazer a sua parte através da adoção de cuidados específicos, como cuidar da hidratação e evitar exposição direta ao sol, ou fazer atividades físicas sob o forte calor.

“A recomendação é de não ter uma exposição direta ao sol; não realizar atividades físicas em dia de calor intenso; evitar aglomerações em dia de calor intenso e se hidratar. Uma pessoa de 60 quilos precisa tomar em média dois litros de água por dia e, muitas vezes, as crianças e os idosos têm dificuldade nessa hidratação. Tentar utilizar roupas leves, porque a nossa principal fonte de troca de calor é a pele”, pontou Daniel Soranz, acrescentando que a população deve tomar cuidado com doenças pré-existentes e outras sazonais relacionados ao calor, como diarreia, dengue e demais doenças transmitidas por insetos.

Informações: O Globo

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Prefeitura planeja suspender atividades ao ar livre quando a sensação térmica bater os 45ºC

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui