Presidente da Alerj Rodrigo Bacellar sai do PL e deve ir para o União Brasil

Após um ato pelas lideranças do PL que beira a traição, Rodrigo Bacellar já não se sentia à vontade no partido e agora deve ir para o União Brasil

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Eu sou de criticar bastante o presidente da Alerj Rodrigo Bacellar mas havia um acordo para ele ser eleito para o cargo, até a estátua de Tiradentes ali perto do Paço Imperial sabia. Era algo a ser feito sem maiores complicações, o acordado vale na política mais que tudo. Mas, por razões só conhecida nos corredores mais escuros do Alerjão, o presidente estadual do PL, Altineu Côrtes, um político do tipo sábio e que é de cumprir o que promete, lançou a candidatura do coitado do Jair Bittencourt (PL) para o cargo e perdeu.

Isso gerou um mal estar no grupo de Bacellar dentro do PL com o grupo mais forte de Altineu. Como estar dentro do partido que descumpriu um acordo? Que cometeu uma traição? Até creio que deva ter lá seus motivos, mas o relacionamento já tinha acabado de vez. Bacellar então começou a procurar um partido para se aconhegar, afinal 2024 terá eleições municipais e ele é um dos principais eleitores do estado do Rio.

Como não poderia ser qualquer partido, o escolhido foi o União Brasil, e nesta terça-feira (5/12) o TRE-RJ julgou procedente por unanimidade. A cúpula do PL, incluindo o próprio Altineu, já havia autorizado a desfiliação e o Ministério Público também emitiu parecer favorável.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Presidente da Alerj Rodrigo Bacellar sai do PL e deve ir para o União Brasil

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui