Presidente da LaLiga pode se tornar ‘persona non grata’ no Rio por omissão em racismo sofrido por Vinicius Junior

PL que será votado em breve pelos vereadores alega que ''o Rio tem, entre suas mais belas características, o acolhimento a todas as pessoas, independentemente de raça, etnia ou origem''

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Javier Tebas, Presidente de La Liga, Foto de Piaras Ó Mídheach/Web Summit via Sportsfile

A passividade e omissão de Javier Tebas Medrano, presidente da Liga Profissional de Futebol da Espanha (LaLiga), diante das ofensas racistas sofridas pelo atacante brasileiro Vinicius Junior na partida entre Valencia e Real Madrid, no último dia 21/05, podem tornar o mandatário persona non grata no Rio de Janeiro. É isso o que propõe o projeto de lei 2103/2023, de autoria do vereador Edson Santos (PT), que será votado em breve pela Câmara Municipal da capital fluminense.

Em sua justificativa na elaboração da medida, o parlamentar afirma que ”o senhor Javier Tebas Medrano assumiu uma postura no mínimo leviana, de cumplicidade e leniência com os covardes agressores e tentou de todas as formas relativizar as agressões e responsabilizar o agredido pelos ataques covardes por ele sofrido”.

Ainda segundo Edson, ”a postura desse senhor evidencia os componentes de racismo e xenofobia que, se não assume publicamente, o faz de forma dissimulada e velada”.

O vereador conclui sua argumentação destacando que ”a cidade do Rio tem, entre suas mais belas características, o acolhimento a todas as pessoas, independentemente de raça, etnia ou origem”.

Advertisement

O PL, caso seja aprovado pelos demais vereadores, irá para sanção ou veto e Eduardo Paes. Vale ressaltar que, na ocasião, via redes sociais, o prefeito do Rio criticou a postura de Javier diante do ocorrido, inclusive xingando o presidente da LaLiga.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Presidente da LaLiga pode se tornar 'persona non grata' no Rio por omissão em racismo sofrido por Vinicius Junior
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui