Presidente da República nomeia Roberto Medronho como novo reitor da UFRJ

Medronho é professor titular da Faculdade de Medicina da universidade. Em 2020, ele coordenou o GT Multidisciplinar para Enfrentamento da Pandemia de Covid-19

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Roberto Medronho foi escolhido pela UFRJ para ser o novo reitor / Foto: Fábio Caffé (SGCOM UFRJ)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ministra da Educação em exercício, Maria Izolda Cela de Arruda Coelho, assinaram o decreto com a nomeação do novo reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o professor Roberto de Andrade Medronho. O documento, que foi publicado no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (28), estabelece em 3 de julho, a data de início das atividades do novo reitor, que dará posse à sua vice, Cássia Turci.

A cerimônia de posse da nova reitoria deve acontecer em 7 de julho, em Brasília. Já a transmissão dos cargos da atual gestão para a nova reitoria será realizada no dia 4 de agosto, a partir das 10h, no Auditório Horta Barbosa Centro de Tecnologia (CT).

Roberto de Andrade Medronho tem graduação em medicina pela UFRJ. Ele é também doutor e mestre em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Medronho é professor titular da Faculdade de Medicina (FM) e coordenador do Laboratório de Epidemiologia das Doenças Transmissíveis, da instituição. O novo reitor desemepnhou um papel muito importante durante do período pandêmico, quando coordenou o Grupo de Trabalho Multidisciplinar para Enfrentamento da Pandemia de Covid-19 (GT-Coronavírus) da UFRJ.

Com mais de 65 mil estudantes, 4,1 mil professores e 8,1 mil funcionários técnicos-administrativos, a UFRJ é a primeira instituição superior  do Brasil, em atividade desde 1792, através da Escola Politécnica – a sétima escola de Engenharia do mundo e a mais antiga das Américas. Em 1920, a instituição foi organizada como universidade. A UFRJ tem ocupado as dez primeiras posições em diversas áreas de atuação, na América Latina. Um dos destaques é o curso de Engenharia Naval e Oceânica, melhor curso das Américas, estando à frente, inclusive, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Advertisement

Pelos bancos da universidade passaram nomes, como: Osvaldo Aranha, indicado ao Prêmio Nobel da Paz; os escritores Jorge Amado e Clarice Lispector; o arquiteto Oscar Niemeyer; os médicos Oswaldo Cruz e Carlos Chagas; e o matemático Artur Ávila, primeiro latino-americano a receber a Medalha Fields.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Presidente da República nomeia Roberto Medronho como novo reitor da UFRJ
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui