Primeiro volume do Catálogo dos Bens Culturais da Arquidiocese do Rio de Janeiro é lançado

O recorte inicial corresponde aos vicariatos episcopais Oeste e Santa Cruz, além de quatro igrejas tombadas pelo patrimônio da União e estadual

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Em março deste ano, foi apresentado, no Edifício São João Paulo II, na Glória, o Catálogo dos Bens Culturais da ArqRio volume 1 e o Portal de Inventário de Bens Culturais da Arquidiocese do Rio de Janeiro. O recorte inicial corresponde aos vicariatos episcopais Oeste e Santa Cruz, além de quatro igrejas tombadas pelo patrimônio da União e estadual: Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, Igreja Santa Rita, Igreja São Francisco de Paula e Capela Nossa Senhora de Montserrat.

A cerimônia de apresentação contou com as presenças do arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, do vigário episcopal para a Cultura, cônego Marcos William Bernardo, do presidente da Associação dos Bens Culturais da arquidiocese, Carlos Alberto Serpa, e da museóloga responsável pelo Museu de Arte Sacra da arquidiocese, Marli Assis Martins. A Comissão de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural da arquidiocese foi representada pelo curador, padre Silmar Alves Fernandes, e por Daisy Ketzer, membro da Comissão e assessora do Patrimônio Histórico e Cultural da arquidiocese. Também presentes a chefe do Departamento de Desenvolvimento Urbano, Cultura e Turismo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciane Gorgulho, a gerente do projeto de inventário (ProCult), Katia Rossi, e o museólogo Rafael Azevedo

“O Rio de Janeiro, que já foi capital do Império português e capital do Brasil, tem um acervo religioso, histórico e cultural considerável, de maneira especial, nas igrejas mais antigas da cidade, o qual a Arquidiocese do Rio de Janeiro sempre procurou conservar. Já tínhamos a Associação Cultural, agora temos a Comissão de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural e o Vicariato para a Cultura, responsáveis pela área”, disse o arcebispo ao acolher os participantes no início da cerimônia.  

Para o presidente da Associação Cultural da arquidiocese, Carlos Alberto Serpa, a cultura é fundamental na formação das crianças, jovens e dos nossos cidadãos, na consecução de projetos maravilhosos que o país precisa com a sua população melhor formada: “o projeto cultural lançado na gestão de Dom Orani João Tempesta, nosso cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, é da maior importância e único. Ele vai ser realmente o início de outros catálogos que contemplarão toda a cidade do Rio de Janeiro. O projeto é um exemplo para todo o país”, disse.

Advertisement

O catálogo está disponível para consulta online através de inventarioarqrio.com.br.

A realização do projeto de Inventário dos Bens Culturais da arquidiocese foi possível com o patrocínio do Instituto Cultural Vale e do BNDES. 

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Primeiro volume do Catálogo dos Bens Culturais da Arquidiocese do Rio de Janeiro é lançado
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Primeiro volume do Catálogo dos Bens Culturais da Arquidiocese do Rio de Janeiro é lançado
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui