Principal colégio judaico do Brasil, Liessin seguirá de portas abertas na Barra da Tijuca

Colégio que chegou a anunciar o fechamento do espaço no ano passado manterá sua unidade no bairro, mas com algum cortes de custos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Liessin Barra da Tijuca (Foto: Reprodução)

Fadada ao fechamento de sua escola na Barra da Tijuca, o Liessin, considerado o maior colégio judaico do Brasil, manterá a unidade localizada na Estrada do Joá de portas abertas em 2024. Segundo comunicado da instituição, a filial precisou fazer alguns cortes de custos para continuar na ativa.

Isso resultou na transferência do seu sistema de Ensino Médio, criado em 2016, para o Liessin de Botafogo, na Zona Sul. Já o Berçário, Educação Infantil, e Fundamental I e II seguirão funcionando normalmente na Barra. O início do ano letivo está marcado para o próximo dia 05 de fevereiro.

Em agosto do ano passado, o Lessin emitiu uma carta, assinada pelo diretor Cláudio Oksenberg, onde alegava que a falta de novos alunos era o principal motivo para o encerramento das atividades na Barra da Tijuca. Contudo, um movimento feito pelos pais de alguns dos estudantes, em parceria com o colégio, conseguiu captar estudantes e angariar recursos financeiros para que a escola pudesse prosseguir aberta. Hoje o processo de matrículas está aberto e centro educacional passa por reparos

A filial da Barra da Tijuca foi inaugurada em 1998. Além dela, a rede possui mais dois colégios no Rio, em Botafogo e no Leblon . Fundado em 1975, o Liessin é a principal referência pedagógica judaica do país. Apesar de estar com menos alunos na Barra da Tijuca, as unidades da Zona Sul têm apresentado crescimento contínuo no número de estudantes. 

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Principal colégio judaico do Brasil, Liessin seguirá de portas abertas na Barra da Tijuca
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui