Procon Carioca notifica 10 lojas no Shopping Tijuca por irregularidades

Operação resulta em descarte de mais de 128kg de produtos impróprios e prazo para regularização das empresas notificadas pelo órgão municipal

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
As lojas notificadas têm até 20 dias para apresentar os esclarecimentos. Reprodução: Prefeitura do Rio

Na última terça e quinta-feira (11 a 13/06), o Procon Carioca, órgão ligado à Secretaria Municipal de Cidadania da Prefeitura do Rio, realizou uma operação de fiscalização no Shopping Tijuca, Zona Norte da cidade, focada nas comemorações do Dia dos Namorados. Durante a ação, a equipe fiscalizou 13 lojas e notificou 10 delas por irregularidades, como produtos com data de validade vencida, publicidade enganosa, ausência de preços, dupla precificação e falta de documentação necessária para funcionamento.

Os agentes encontraram 181 produtos inadequados para exposição ou venda, como perfumes e cosméticos, totalizando quase 129kg descartados durante a fiscalização. Os estabelecimentos notificados foram Gurumê, Heaven, Madero, Gula Gula, Abraccio, Renner, C&A, Fast Shop, World Free e Le Parfum. As empresas têm um prazo de 20 dias para responder ao Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor.

Nas lojas Mamma Jamma, Outback e Decathlon, os fiscais prestaram orientações sobre normas de proteção ao consumidor.

Advertisement
  • Confira a operação de fiscalização:
  • Madero, por produtos armazenados de forma indevida ou sem data de validade, além de presença de baratas na cozinha. Foram descartados 12 kg de alimentos.
  • Gula Gula, por produtos com prazo de validade vencido ou sem data de abertura/validade. Foram descartados 3,492 kg de alimentos.
  • Abraccio, por ausência do certificado de aprovação do corpo de bombeiros e ausência de informação clara e precisa no cardápio.
  • Renner, por ausência de precificação em diversos produtos expostos para comercialização, dupla precificação, publicidade enganosa, produtos com prazo de validade vencido, além de ausência do licenciamento sanitário.
  • C&A, por ausência de precificação em produtos expostos para comercialização, dupla/tripla precificação, publicidade enganosa, além de ausência do licenciamento sanitário.
  • Fast Shop, por ausência do certificado de aprovação do corpo de bombeiros.
  • World Free, por produtos com prazo de validade vencido ou sem a devida informação e ausência de documentos necessários como certificado de aprovação do corpo de bombeiros e licenciamento sanitário.
  • Le Parfum, por produtos com prazo de validade vencido ou sem a devida informação e ausência de documentos necessários como certificado de aprovação do corpo de bombeiros e certificado de dedetização.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Procon Carioca notifica 10 lojas no Shopping Tijuca por irregularidades
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui