Procon do Rio divulga monitoramento de preços na Black Friday para coibir práticas abusivas

O monitoramento iniciou em outubro e continuará até o dia das grandes promoções

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Em outubro, o Procon Estadual do Rio de Janeiro, em uma iniciativa preventiva, começou a monitorar os produtos mais procurados na Black Friday para acompanhar possíveis flutuações de preços e identificar práticas enganosas. Essa ação visa observar se os fornecedores aumentam os valores dias antes do evento, retornando ao preço original na data das promoções, iludindo o consumidor com descontos fictícios.

Mais de 700 produtos foram minuciosamente acompanhados nos principais sites. Entre estes, televisões, celulares, geladeiras, fritadeiras elétricas, assistentes de voz e videogames estão entre os itens verificados desde outubro. E após a análise dos dados, os agentes já detectaram descontos expressivos, como 45% em um assistente de voz e 34% em uma airfryer, representando baixas de R$ 330,90 e R$ 210,00, respectivamente.

Entretanto, alguns produtos apresentaram aumentos significativos na última semana. Uma TV de 43″ e um assistente de voz, por exemplo, tiveram acréscimos de 98% e 71%, respectivamente, em um mesmo site.

Cássio Coelho, Diretor Presidente do Procon-RJ, enfatiza: “Estamos monitorando os produtos mais buscados a fim de ajudar o consumidor a economizar e fazer uma boa compra, além de identificar possíveis práticas abusivas, como a ‘maquiagem’ de preços, adotada, infelizmente, por alguns fornecedores.”

Advertisement

Leia também

Estrangeiros LGBTQIA+ estão comprando todos novos imóveis de Ipanema – Bastidores do Rio

TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza

Ele destaca que o monitoramento continuará durante a Black Friday, com fiscalizações prévias para orientar fornecedores e corrigir possíveis irregularidades. No dia do evento, haverá ações para coibir práticas abusivas e manter a credibilidade da data. Os agentes ressaltam que a livre iniciativa é válida, desde que os fornecedores não utilizem meios enganosos. Produtos que sofreram aumentos substanciais receberão maior atenção para identificar possíveis práticas abusivas.

“As dicas cruciais para os consumidores serão compartilhadas em nossas redes sociais oficiais” aponta o Coelho.

O monitoramento poderá ser acessado através do link:
https://bit.ly/Pesquisa-BlackFriday-ProconRJ2023

O órgão esclarece que os percentuais divulgados no monitoramento foram obtidos pela análise entre a primeira e última semana de verificação.

O consumidor que desejar realizar denúncia ou reclamação,  poderá acessar os canais de atendimento através do site oficial da autarquia:www.procon.rj.gov.br

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Procon do Rio divulga monitoramento de preços na Black Friday para coibir práticas abusivas

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui