Procon RJ e Polícia Civil apreendem linha chilena em estabelecimentos na Zona Oeste do Rio

E além da apreensão do material cortante, os agentes também identificaram o comércio irregular de fogos de artifício nestes estabelecimentos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Agentes do Procon Estadual e da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) identificaram a partir de denúncias, na manhã desta sexta-feira (21/07), duas lojas que comercializavam linha chilena em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. O material foi apreendido e os responsáveis pelos estabelecimentos foram levados à delegacia.

De acordo com a Lei Estadual N°8478 de 2019 fica proibida a comercialização, o porte e a posse de qualquer produto utilizado na prática de soltar pipas, que possua elemento cortante. Os agentes encontraram cerca de 13 quilômetros de linha encerada com óxido de alumínio, conhecida como linha chilena. Esse material tem grande potencial cortante, colocando em risco a saúde e segurança dos consumidores.

  • A linha chilena é um produto muito perigoso e, por isso, há necessidade de que as ações sejam intensificadas. A Polícia Civil solicita a população que envie denúncias pelos canais oficiais” ressalta o Delegado da DPMA, Wellington Vieira.

E além das linhas, os fiscais também identificaram a comercialização de fogos de artifício de forma irregular. “Esse produto coloca em risco a saúde e a vida das pessoas, em algumas vezes é fatal e normalmente são colocados nas lojas em poucas quantidades para não chamar atenção” explica Cássio Coelho, o Presidente da Procon-RJ.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Procon RJ e Polícia Civil apreendem linha chilena em estabelecimentos na Zona Oeste do Rio
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui