Procon-RJ faz mais de 160 fiscalizações em dia Black Friday

Foto: Divulgação/Procon

O Procon-RJ fiscalizou 111 lojas físicas de todo o Estado do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (25/11), dia de Black Friday. Os agentes também monitoraram os preços das ofertas online, conforme vêm fazendo desde outubro para comparar com os valores praticados hoje.

A Baixada e norte fluminense, região serrana, região dos lagos e metropolitana foram alvo da fiscalização. Agentes constataram irregularidades em 63 estabelecimentos, que corrigiram tudo no momento da fiscalização.

Em uma loja no centro da cidade, os fiscais tiveram que pedir para retirar todos os cartazes e faixas da promoção, pois apesar de anunciar que havia produtos com 80% de desconto, os vendedores não apresentaram nenhum item com esse percentual de abatimento.

Outras lojas apresentaram o mesmo problema: anúncio de peças a partir de certo valor, mas sem ter qualquer produto no preço ofertado.

Dois estabelecimentos anunciavam desconto de 50% para produtos na prateleira, mas o preço final nas etiquetas desses itens estava apenas 30% mais em conta. Em outros estabelecimentos, os produtos eram anunciados com descontos inexistentes. Anúncios genéricos, sem indicar que produtos estavam em liquidação, foram outras informações que os fiscais encontraram e solicitaram a adequação imediata, para evitar que o consumidor fosse induzido em erro.

Entre as demais irregularidades, nas lojas físicas, foram constatados tamanho da fonte do valor das parcelas maior que o preço à vista; ausência de valor total a prazo de parcelamento com juros; informação somente do valor à vista, sem destaque dos juros de parcelamento; cartaz informando que não realiza troca de produtos que estão em promoção, não excetuando os que porventura apresentarem problemas; produtos sem preço na vitrine e interior da loja e ausência cartaz do disque 151.

Já nas lojas virtuais, dos sites fiscalizados, 4 apresentaram irregularidades, como ausência de preços e simulação de descontos.

“A ação do Procon-RJ foi preventiva, de orientação, e só foram abertos processos para àqueles que insistiram em não se adequarem. É preciso frisar a importância do evento que, segundo levantamento da Fecomercio,  movimentará mais de 3 bilhões na economia fluminense, o que reforça a relevância do trabalho do Procon neste evento para que a credibilidade seja mantida”, disse Cássio Coelho, presidente da Autarquia.

A equipe que monitorou os preços online verificou que duas ofertas entre as acompanhadas apresentaram indícios de maquiagem de preços. Apesar de indicar que o produto era participante da Black Friday e que estava com descontos, o valor praticado anteriormente para esses mesmos produtos era menor do que era anunciado na data de hoje. 

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui