Procon RJ fecha posto de combustíveis que funcionava irregularmente em São Gonçalo

Além deste estabelecimento, uma auto escola na mesma região foi fiscalizada, porém, não apresentou irregularidades

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (16/08), em atendimento à solicitação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro- MPRJ, o Procon Estadual do Rio fiscalizou posto de combustíveis no município de São Gonçalo. O posto foi interditado. Além deste estabelecimento, uma auto escola na mesma região foi fiscalizada, porém, não apresentou irregularidades. 

Ao chegarem ao posto de combustíveis, os fiscais o encontraram em funcionamento normal e, em consulta à Agência Nacional do Petróleo, constataram que o estabelecimento estava interditado pela Agência, pois foi apurado o uso de metanol nos combustíveis, perfazendo as porcentagens de 96,5% de metanol,no etanol, e 52,3% deste produto na gasolina. Com base nessas informações e tendo flagrado o posto em funcionamento,  os agentes lacraram o estabelecimento, como medida cautelar,  visando a proteção à saúde dos consumidores e comunicaram à ANP.

Os agentes flagraram o estabelecimento em pleno funcionamento, mesmo após a interdição da ANP. E segundo a Agência, a interdição se deu pelo uso de metanol nos combustíveis, que tem a comercialização como combustível proibida. Segundo a ANP, o metanol é uma substância tóxica, que põe em risco tanto consumidores como os próprios frentistas, podendo levar ao óbito. Então, para proteger a saúde do consumidor e colocando em prática a parceria que temos, interditamos completamente o local e encaminharemos cópia dos autos à Agência Reguladora”, afirma Cássio Coelho, Diretor Presidente da autarquia. 

Segundo a ANP, foi solicitada a suspensão da autorização de funcionamento do posto.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Procon RJ fecha posto de combustíveis que funcionava irregularmente em São Gonçalo
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui