Programa Empoderadas, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, lança polos de prevenção e combate à violência contra a mulher em todas as sedes da OABRJ

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Da esquerda para a direita: Angela Borges Kimbangu - Coordenadora do Tribunal de Ética e Disciplina e Presidente da Advocacia Preta Carioca, Erica Paes - especialista em segurança feminina e responsável pelo programa Empoderadas, Ivone Ferreira Caetano - Desembargadora do TJRJ, Flávia Ribeiro - Presidente da OAB Mulher, Carlos Eduardo - Superintendente de projetos da UERJ.


Os polos de prevenção e combate à violência contra a mulher do Programa Empoderadas, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, chegaram até as 63 subseções da OABRJ. A inauguração do primeiro deles aconteceu nessa segunda-feira (13), na sede localizada no centro da cidade.

O espaço ganhou um tatame rosa com cerca de 40m², onde foram apresentadas posições de autodefesa pelas professoras, especialistas em diferentes artes marciais, integrantes do Programa. Trata-se do polo ‘Empoderadas OAB Mulher’, local em que vão ocorrer aulas práticas, gratuitas e abertas a todas as mulheres, advogadas ou não, além da partilha de informações sobre como agir em casos de assédio e agressão física.

A responsável pelo Programa, Érica Paes, especialista em segurança feminina, ressaltou outras aprendizagens que também são trabalhadas pelo Empoderadas, como direitos humanos e leis protetivas.

“Vivemos em um país em que a mulher tem mais de 150% de chance de ser vítima de ataque criminoso do que um homem. Essa parceria com a OABRJ vai ser de grande benefício para todas as mulheres de todo o estado, pois não existe justiça sem advogadas e advogados, e a maior ferramenta de proteção são as leis e os direitos”.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Durante o lançamento do polo, a vice-presidente da OAB, Ana Tereza Basilio, destacou que quanto mais mulheres, advogadas ou da sociedade civil, aprenderem a se defender, mais respeito e segurança elas terão. “Esse projeto, abraçado pelo presidente da OAB, Luciano Bandeira, está sendo implantado em todo o estado. Todas nós queremos aprender a nos defender. Nós só queremos que a nossa vida seja respeitada.”, comentou Basilio. “As mulheres precisam se defender na rua, no transporte público e, infelizmente, até mesmo em casa.” – complemento.

Completaram a mesa a presidente da OAB Mulher, Flávia Ribeiro; a diretora de Igualdade Racial da OABRJ, Ivone Ferreira Caetano; a corregedora do TED e presidente da Advocacia Preta Carioca (APC), Angela Borges Kimbangu; a idealizadora e coordenadora do programa Empoderadas do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Érica Paes; e o superintendente-geral de Projetos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Carlos Eduardo Guerra.

Para a presidente da OAB Mulher, a implantação desse polo é vista como “uma forma de emancipação feminina”. “Esta iniciativa fala sobre violência, empoderamento da mulher e outros temas que fazem com que a mulher sinta-se de fato livre na sociedade.”, destacou Ribeiro.

Na sede da OAB- Seccional, as aulas serão oferecidas toda sexta-feira, às 18h. Para participar e saber mais informações, as interessadas devem enviar e-mail para oabmulher@oabrj.org.br

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Programa Empoderadas, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, lança polos de prevenção e combate à violência contra a mulher em todas as sedes da OABRJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui