Projeto de lei reconhece Mirante da Rocinha como Patrimônio Cultural Carioca

Local oferece uma das vistas mais impressionantes da cidade, além de carregar a alma e a história da comunidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou, nesta semana, o projeto de lei Nº 2721/2023, de autoria do vereador Marcelo Arar, que declara o Mirante da Rocinha como Patrimônio Cultural da cidade. A iniciativa visa reconhecer e preservar o valor histórico, cultural e paisagístico deste ponto icônico da Rocinha, que oferece um restaurante, vistas deslumbrantes da cidade e representa um símbolo de resistência e identidade para a comunidade local.

Instalado na Zona Sul da cidade o restaurante está no hall de Ponto Turístico Oficial da Cidade e promove uma experiência completa para os seus visitantes. No espaço, chama a atenção um muro de mais de 300 metros, com grafites de artistas da Rocinha, que contam a história da comunidade, através de seus traços, desde o seu surgimento até os dias de hoje. O impacto é logo na entrada: no primeiro ambiente, em um espaço a céu aberto, se aprecia o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas e vários bairros da Zona Sul. Mesas altas dividem o ambiente com um bar moderno. No segundo pavimento, há um ponto de observação mais alto, com atmosfera mais aconchegante.

“Estamos muito felizes com a aprovação do projeto de lei que declara o Mirante da Rocinha como Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro. Este é um reconhecimento merecido para um local que oferece uma das vistas mais impressionantes da cidade, além de carregar a alma e a história da nossa comunidade. Agradecemos à Prefeitura do Rio de Janeiro por seu apoio e por valorizar a importância cultural e histórica do Mirante da Rocinha,” diz Renan Alves, sócio do Mirante.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Projeto de lei reconhece Mirante da Rocinha como Patrimônio Cultural Carioca
Renata Granchi
Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Pagam luz? Água? IPTU? Ou é tudo gato? É por essas e outras que o Rio acabou, não vejo a hora de sair daqui, não tem mais solução…Deixa pra lá.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui