Projeto ‘Turistando com a Cidade’ bate a marca de quase 6 mil beneficiados

Projeto permite o acesso de pessoas que vivem em regiões com baixos Índices de Desenvolvimento Social aos bens históricos e culturais da cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Divulgação

O projeto Turistando com a Comunidade, iniciativa da Secretaria Especial de Ação Comunitária (Seac), atendeu mais de 5,5 mil pessoas, residentes em 200 favelas e comunidades do Rio de Janeiro. O projeto tem como objetivo garantir o acesso de pessoas que vivem em regiões com baixos Índices de Desenvolvimento Social aos bens históricos e culturais da cidade.

A Prefeitura do Rio já realizou 205 visitas guiadas a pontos turísticos ou históricos do Rio, como Cristo Redentor, Theatro Municipal, Parque Lage e Planetário da Gávea.

Na última quarta-feira (8), o Turistando levou visitantes ao BioParque, na Quinta da Boa Vista, Zona Norte da capital. Nesta sexta (10), foi a vez de visitar a Zona Portuária, em um passeio pelo Museu do Amanhã. No mês de maio, os beneficiados pelo projeto ainda vão visitar o Maracanã, a Pequena África, o AquaRio, o Espaço Cultural da Marinha e o Museu da Vida.

A secretária de Ação Comunitária, Marli Peçanha comemorou a conquista, destacando a importância do projeto para a ampliação das vivências sociais e culturais dos moradores de favelas e comunidades.

Advertisement

“O Turistando visa estimular novas vivências em espaços públicos e o bom convívio coletivo, além de combater o estigma da segregação social e diminuir a distância entre asfalto e comunidade”, ressaltou Marlí.

Através do Turistando com a Comunidade, a Prefeitura do Rio pretende reduzir o estigma da segregação, por meio da promoção da inclusão social e da igualdade de oportunidades materiais e imateriais.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Projeto 'Turistando com a Cidade' bate a marca de quase 6 mil beneficiados
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui