PSOL escalará babalorixá para enfrentar conservadores na Câmara do Rio

Com a pré-candidatura, o partido pretende atingir também o eleitorado da cultura, já que Pai Dário é também conhecido entre artistas e produtores culturais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O PSOL do Rio de Janeiro está nos debates finais de preparação da sua chapa para câmara dos vereadores e deve apresentar uma liderança religiosa para defender as ideias do partido no Palácio Pedro Ernesto.

O babalorixá do candomblé, Pai Dário de Ossain é o escalado para fazer o enfrentamento ao racismo religioso e contrapor as ideias conservadoras da oposição de direita na cidade do Rio de Janeiro.

O religioso terá apoio da mulher mais votada da Alerj, a deputada estadual Renata Souza, que já apresenta o Pai Dário de Ossain para a sua base política e constrói a estratégia eleitoral junta com o novo filiado do partido.

Advertisement

Com a pré-candidatura, o partido pretende atingir também o eleitorado da cultura, já que Pai Dário é também conhecido entre artistas e produtores culturais. A sigla espera ampliar a votação na zona norte e apostará suas fichas no babalorixá que é nascido e criado na Serrinha.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp PSOL escalará babalorixá para enfrentar conservadores na Câmara do Rio
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Nada novo, mais do mesmo. A cara do PSOL, muito apoio – desproporcional – na imprensa e representatividade popular nula ou insignificante. As urnas gritam. Nem o PT é relevante no Rio. A questão é: qual o problema da esquerda com Ivanir dos Santos?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui