Público jovem é o que melhor avalia a gestão da educação municipal no Rio, aponta pesquisa

Quase 42% dos jovens entre 16 e 24 anos avaliam a gestão como ótima ou boa

Imagem meramente ilustrativa - Foto: Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

O Instituto Rio21 está divulgando os resultados da 5ª edição da pesquisa de avaliação do Governo Municipal do Rio de Janeiro, realizada em parceria com o DIÁRIO DO RIO. Dando continuidade à série que analisa a avaliação das principais áreas de atuação da Prefeitura, trazemos algumas informações sobre o que os cariocas pensam sobre a gestão da educação.

Na primeira edição da pesquisa, em agosto de 2021, as opiniões dos cariocas a respeito da gestão da educação eram bem divididas: todas as categorias de avaliação somavam mais de 30%. Em março de 2022, houve um pico nas avaliações negativas (53%), mas caiu aproximadamente 12 pontos percentuais no mês de julho do mesmo ano.

Em novembro de 2022, o percentual de avaliações positivas subiu (chegando a 27,2%), assim como as avaliações negativas (41,2%). O percentual que apresentou decréscimo foi o de avaliações regulares (31,6%), uma queda de 4 pontos percentuais em relação à edição anterior da pesquisa:

As avaliações variam bastante de acordo com a faixa etária. Por exemplo, os jovens entre 16 e 24 são os que melhor avaliam a gestão da educação (41,9%). Por outro lado, menos de 20% dos cariocas entre 25 e 29 anos dizem que a educação pública é gerida de forma ótima ou boa na gestão Paes. Mais da metade dos adultos entre 50 e 59 anos de idade, por sua vez, afirmam que a gestão da educação é ruim ou péssima atualmente.

Em relação à edição da pesquisa realizada em julho deste ano, houve uma melhora na avaliação da gestão da Educação em duas regiões da cidade: Zona Norte (+8,8 p.p.) e Zona Oeste (+3,9 p.p.). Por outro lado, houve queda na Zona Sul (-4,1 p.p.) e no Centro (-11,5 p.p.):

Atualmente, a educação é melhor avaliada na Zona Norte, assumindo a posição que antes era ocupada pela Zona Sul da cidade. A Zona Oeste, apesar do aumento nas avaliações positivas, segue com o menor percentual nesse quesito.

Esse mapeamento é importante para que a Prefeitura se mantenha atenta às necessidades dos cariocas de forma mais específica, entendendo os principais pontos de dor dos cidadãos nas regiões onde moram ou por faixa etária, por exemplo. Muito importante também para ajudar no planejamento e na distribuição orçamentária para a educação para o próximo ano.

Nas próximas matérias, continuaremos divulgando de forma mais detalhada as avaliações de cada área de atuação da gestão municipal.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui