Quadrilha de sequestradores presos no Rio exigia resgate via pix

Os criminosos publicavam falsos anúncios de compra e venda de veículos na internet e, ao marcarem encontro para a negociação, as vítimas eram sequestradas e levadas para cativeiros

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A Polícia Civil e o Ministério Público predenram 48 pessoas nesta quarta-feira (28/06), na operação “Market Fake”, que tem o objetivo de cumprir 54 mandados de prisão e 55 de busca e apreensão contra uma organização criminosa especializada em extorsão mediante sequestro. Segundo os agentes, a quadrilha atua em Belford Roxo, Duque de Caxias, São João de Meriti e outros municípios da Baixada Fluminense, além da capital, São Gonçalo e outras cidades da Região Metropolitana.

De acordo com as investigações, os criminosos publicavam falsos anúncios de compra e venda de veículos na internet e, ao marcarem encontro para a negociação, as vítimas eram sequestradas e levadas para comunidades.

Em seguida, os bandidos obrigavam as vítimas a entrarem em contato com familiares e exigiam transferências de valores por meio de Pix. Pelo menos 35 vítimas de diversos municípios do estado foram identificadas.

Durante as investigações dos casos registrados, os agentes levantaram informações de inteligência, coletaram depoimentos e identificaram os alvos.

Advertisement

Também participam da operação outras delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Baixada (DGPB), do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC), do Departamento-Geral de Polícia do Interior (DGPI), do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), além da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Quadrilha de sequestradores presos no Rio exigia resgate via pix
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui