Quando o Rio de Janeiro passou a ser a ‘Cidade Maravilhosa’?

O motivo de o Rio de Janeiro ter esse apelido de Cidade Maravilhosa não é difícil saber. Agora, saiba quando isso começou

Rio de Janeiro com Cristo Redentor ao fundo - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

O motivo de o Rio de Janeiro ter esse apelido de Cidade Maravilhosa não é difícil saber. Apesar dos problemas, a cidade é, de fato, muito bonita. E poderia ser até mais, se o Poder Público cuidasse melhor de determinadas áreas, muitas vezes esquecidas. A pergunta é: quando isso começou?

De acordo com pesquisadores, o apelido Cidade Maravilhosa foi dito, pela primeira vez, em um registro no jornal “O Paiz”, em fevereiro de 1904, durante o Carnaval. Realmente o Rio fica mais bonito nesta época do ano. Depois disso, muitos jornalistas, poetas e escritores passaram a usar o termo.

SERGIO CASTRO - A EMPRESA QUE RESOLVE, desde 1949
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

Nesta mesma época, o Rio de Janeiro passou por um período de “embelezamento” com ações do Poder Público e de empresários como as derrubadas de cortiços e construções de grandes palácios, além da realização de badalados eventos.

O apelido Cidade Maravilhosa foi utilizado pela escritora francesa Jane Catulle Mendès em seu livro de poemas La Ville Merveilleuse (A Cidade Maravilhosa) publicado em Paris em 1913 como uma homenagem às suas belezas naturais do Rio de Janeiro.

Em 1935 o termo foi usado na criação da marchinha “Cidade Maravilhosa”, de André Filho, que se tornou hino oficial do Rio de Janeiro anos mais tarde, na década de 1960.

Depois disso, as regravações da música passaram a ser constantes e de muito sucesso, o que ajudou a consolidar o nome. Sobre a música, ela teve arranjos de Silva Sobreira, pensando no Carnaval de 1935. Foi gravada na Odeon, por Aurora Miranda, irmã de Carmem Miranda, e André Filho.

Aurora gravou a marchinha por sugestão de Carmen, que pretendia lançar a irmã mais nova no cenário artístico e na rádio, pois esta possuía grande talento. E deu certo.

O nome da música foi, diretamente, inspirado em um programa de rádio de grande sucesso à época, apresentado por César Ladeira, que lia as “Crônicas da Cidade Maravilhosa”, escritas pelo futuro imortal da Academia Brasileira de Letras, Genolino Amado.

Mas o que também ajudou a consolidar o nome são as belezas naturais do nosso Rio de Janeiro. Isso não dá para dizer que não é.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. de fato, zona sul é cidade maravilhosa, com exceções da zona norte, parte da oeste, interior e baixada q sao sub rio de janeiro e nao tem nada de maravilhosos….

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui