Quase 50 construções irregulares são demolidas em Realengo

Imóveis obstruíam área onde será construído o Parque Realengo Susana Naspolini

Foto: Divulgação/Seop

A Secretaria de Ordem Pública e a Subprefeitura da Zona Oeste realizaram nesta terça-feira (06/12) uma operação de demolição de construções irregulares nas ruas Pedro Gomes e General Raposo, em Realengo. Foram derrubados 44 imóveis que foram erguidos sobre a calçada, sem autorização da prefeitura, e estavam obstruindo o espaço onde são realizadas as obras do Parque Realengo Susana Naspolini.

Das 44 edificações, 29 já haviam sido notificadas previamente e funcionavam como estruturas comerciais como bares, restaurantes, lava-jatos, lojas e os outros 15 ainda estavam em construção. Foram realizados também 15 cortes de fornecimento irregular de energia e oito de água.

“Essa é uma operação importantíssima para a cidade do Rio de Janeiro. São áreas públicas ocupadas de forma ilegal por pessoas que colocaram estruturas nas calçadas, prejudicando o fluxo de pedestres, em uma área onde será construído um parque verde pela prefeitura. Essa é mais uma operação de combate às construções irregulares aqui na cidade, sempre com foco na ordem pública, na preservação de vidas e na recuperação da cidade de uma forma geral“, destaca o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Além da construção do parque, que será a maior área de lazer da região com 80.568 m2, também serão realizadas obras para a implantação de uma rede de drenagem que passará pela Rua Pedro Gomes e terminará no Rio Piraquara.

As construções irregulares devem ser combatidas quando são erguidas em espaço público e, principalmente, quando impossibilitam a construção de um parque, que será a maior área de lazer da região, e uma obra de drenagem que vai minimizar os constantes alagamentos no bairro. Além disso, os imóveis foram construídos na calçada impedindo a circulação de pedestres. Isso é inaceitável”, disse o subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui