Quase 50 construções irregulares são demolidas em Realengo

Imóveis obstruíam área onde será construído o Parque Realengo Susana Naspolini

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/Seop

A Secretaria de Ordem Pública e a Subprefeitura da Zona Oeste realizaram nesta terça-feira (06/12) uma operação de demolição de construções irregulares nas ruas Pedro Gomes e General Raposo, em Realengo. Foram derrubados 44 imóveis que foram erguidos sobre a calçada, sem autorização da prefeitura, e estavam obstruindo o espaço onde são realizadas as obras do Parque Realengo Susana Naspolini.

Das 44 edificações, 29 já haviam sido notificadas previamente e funcionavam como estruturas comerciais como bares, restaurantes, lava-jatos, lojas e os outros 15 ainda estavam em construção. Foram realizados também 15 cortes de fornecimento irregular de energia e oito de água.

“Essa é uma operação importantíssima para a cidade do Rio de Janeiro. São áreas públicas ocupadas de forma ilegal por pessoas que colocaram estruturas nas calçadas, prejudicando o fluxo de pedestres, em uma área onde será construído um parque verde pela prefeitura. Essa é mais uma operação de combate às construções irregulares aqui na cidade, sempre com foco na ordem pública, na preservação de vidas e na recuperação da cidade de uma forma geral“, destaca o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Além da construção do parque, que será a maior área de lazer da região com 80.568 m2, também serão realizadas obras para a implantação de uma rede de drenagem que passará pela Rua Pedro Gomes e terminará no Rio Piraquara.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

As construções irregulares devem ser combatidas quando são erguidas em espaço público e, principalmente, quando impossibilitam a construção de um parque, que será a maior área de lazer da região, e uma obra de drenagem que vai minimizar os constantes alagamentos no bairro. Além disso, os imóveis foram construídos na calçada impedindo a circulação de pedestres. Isso é inaceitável”, disse o subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Quase 50 construções irregulares são demolidas em Realengo

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui