Quase 50% dos pequenos negócios no RJ tiveram diminuição de receita em comparação a 2022

Em contraponto, em comparação ao ano passado, 24% aumentaram ou permaneceram com o mesmo faturamento

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Saara, no centro do Rio. | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

O Sebrae realizou pesquisa com empreendedores do Rio de Janeiro para entender a situação do faturamento das empresas no estado nos últimos três meses. Em comparação ao ano passado, 24% aumentaram ou permaneceram com o mesmo faturamento. Em contrapartida, 47% tiveram diminuição de receita no mesmo período. 

Já em relação ao crédito, nos últimos três meses, 73% das empresas não buscaram empréstimo bancário. Apenas 27% procuraram crédito. Desse percentual, dos que buscaram crédito, 58% não conseguiram, 29% conseguiram essa liberação e 13% aguardam resposta. 

Operações de crédito são fundamentais para quem empreende no país. Precisamos de processo de inclusão financeira para promover o desenvolvimento econômico. Os pequenos negócios precisavam e continuam precisando de programas com operações de crédito com prazos de carência maiores e juros mais baixos”, destaca Marcos Mendes, coordenador de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae Rio. 

O levantamento mostra que 64% dos pequenos negócios fluminenses encontram-se inadimplentes ou endividados e 36% não possuem empréstimos. A pesquisa também quis saber como as dívidas impactam nos custos mensais da empresa. Para 32% das empresas representam menos de 30% do orçamento. Já para 39% refletem de 30% a 50% das despesas. Para 20% das empresas configuram mais de 50% dos gastos. 

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Quase 50% dos pequenos negócios no RJ tiveram diminuição de receita em comparação a 2022
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui