Quem são os candidatos a prefeito do Rio de Janeiro em 2012

Prefeitura do Rio de JaneiroNo dia 7 de Julho começa oficialmente as eleição para prefeito do Rio de Janeiro e já temos os principais nomes que serão candidatos, no total de 5. São eles: Eduardo Paes (PMDB), Rodrigo Maia (Democratas), Otávio Leite (PSDB), Marcelo Freixo (PSol) e Aspásia Camargo (PV).

Vejo um pouco sobre cada um deles:

Aspásia Camargo (PV)

Aspásia CamargoÉ a candidata que está ali para constar, a chance dela está na margem do Zero. Deve ter sido lançada apenas para ajudar um pouco na eleição para vereador do PV, que vai perder cadeiras este ano já que 2008 contou com o efeito Gabeira. E claro que ser candidata a prefeita ajudará na campanha dela para deputada estadual em 2014.

Aspásia que atualmente é deputada estadual, se elegeu vereadora pela primeira vez em 2004 e 2008. Em 2002 foi candidata a governadora do estado, quando obteve 20.405 votos. Foi secretária de Cultura do Estado no governo Moreira Franco e Secretária Executiva do Ministério do Meio Ambiente no governo FHC.

Eduardo Paes (PMDB)

O atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, é candidato a reeleição pelo PMDB e mais uma sopinha de letras de 19 partidos, indo do PP ao PCdoB. É, não há dúvidas, o franco favorito já que conta com imenso tempo de Tv, muitos doadores e a máquina do governo federal, estadual e municipal e a simpatia da imprensa carioca que voltou a receber anúncios da Prefeitura após anos de seca.

Eduardo PaesPor outro lado, se em 2008 o apoio de Sergio Cabral ajudava, em 2012 pode atrapalhar, já que o atual governador está envolto em denúncias e fotos comprometedoras dele e de sua equipe com Cavendish. Soma o fator Lula que desta vez não deve participar da campanha. Além é claro de alguns problemas na gestão como o aumento no trânsito, péssimo tratamento aos funcionários públicos, as explosões no banheiro, hospitais municipais às moscas e por aí.

Paes começou sua carreira política com o ex-prefeito Cesar Maia (Democratas), tendo sido subprefeito da Barra/Jacarepaguá de 1993 à 1996. Em 96 se elege vereador pelo PMDB, 98 deputado federal pelo PTB, neste ano também assume a Secretária Municipal de Meio Ambiente, 2002 se reelege deputado federal, desta vez pelo PFL. Em 2006 se candidata a governador pelo PSDB e no 2o turno apoia Sergio Cabral, do PMDB, indo contra seu partido que apoiou Denise Frossard (PPS). Em 2007 assume a Secretaria do Esporte e Lazer de Sergio Cabral e em 2008, desta vez no PMDB, se candidata a prefeito e vence apertado no 2o turno contra o Verde Fernando Gabeira.

Marcelo Freixo (PSol)

Marcelo FreixoO deputado estadual Marcelo Freixo contará com pouquíssimo tempo de Tv e uma taxa de desconhecimento por boa parte do eleitorado, além de uma campanha com poucos recursos. Entretanto, na opinião deste blogueiro, divide com Rodrigo Maia as chances de ir para um provável 2o turno.

Freixo espera reproduzir em 2012 a “Onda Verde” de Gabeira em 2008, quando o verde quase levou as eleições. Para isso ele conta com as mídias sociais, basta observar que no post sobre a candidatura de Freixo aqui no Diário do Rio foram mais de mil pessoas curtindo, um número bem relevante. Já pesquisa da empresa E.Life, mostra que entre os pré-candidatos monitorados em maio, foi o mais citado no Twitter, incluindo desbancando Eduardo Paes, o único candidato a reeleição que não foi o mais citado. De acordo com o blog do Noblat:

Um dos tweets mais replicados foi sobre Marcelo Freixo: "O Rio é um lugar ótimo para se investir, mas tem que ser um lugar ótimo para se viver" — frase dita pelo candidato em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, de São Paulo.

Entretanto, para alguns especialista pode não haver essa repetição da campanha de Gabeira. Primeiro, o tempo de Tv é menor, Gabeira contava com o apoio do PSDB e PPS em sua candidatura, e também por uma possível queda de votos de Freixo no começo o que afasta a militância.

O candidato, está em seu 2o mandato como deputado estadual, tendo sido reeleito em 2010 como o 2o mais votado do Rio de Janeiro. Muito se deve ao fato de sua luta contra as milícias ter servido como inspiração para o personagem Fraga do filme Tropa de Elite 2.

Otávio Leite (PSDB)

Otávio LeiteOtávio Leite tem pequenas chances de vitórias nas eleições para prefeito, além de ser desconhecido do eleitorado, uma das vereadoras do partido e que competiu com ele para a candidatura a prefeito, Andrea Gouvêa Vieira, já disse que não o apoiará. Ele tem até feito algum investimento em redes sociais, toda hora deparo com um anúncio dele no Facebook, estando hoje com 15.600 fãs. Acredito que apenas é candidato pensando em fortalecer o nome para as eleições de deputado em 2014.

Vereador entre 1993 e 2003, foi deputado estadual de 2003 até 2005 quando foi vice-prefeito de Cesar Maia de 2005 até 2007 quando se candidatou a deputado federal, reelegendo-se em 2010, sempre pelo PSDB. Leite é afilhado de Juscelino Kubitscheck e neto do senador Júlio Leite.

Rodrigo Maia (Democratas)

Rodrigo MaiaFilho de Cesar Maia (Democratas), Rodrigo vem para a eleição como o principal adversário de Eduardo Paes mesmo que isso tenha significado fazer aliança com um dos principais adversários dos Maia, a família Garotinho, trazendo Clarissa como a sua vice. A aliança que pode tirar alguns votos no início, pode garantir os votos dos evangélicos e de uma parte mais pobre da população, ajudando a eleição a ir ao 2o turno.

O plano parece estar funcionando, ao anunciar sua candidatura Paes mirou suas baterias em Rodrigo Maia, e não comentando sobre os outros adversários. E, convenhamos, quem é Paes para falar das alianças dos outros?

Rodrigo Maia foi secretário de Governo entre 1997 e 1998 e está em seu terceiro mandato como deputado federal. Entre 2007 e 2011 foi presidente nacional do Democratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here