Reativado no dia 2 deste mês, Chafariz dos Golfinhos, na Glória, tem cabos de energia furtados

Parado desde 2017, o monumento recebeu um aporte de R$ 95 mil da Prefeitura. Com o dinheiro foram trocados o comando elétrico, as bombas de água e os cabos de energias

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Chafariz dos Golfinhos, na Praça Paris, na Glória - Foto: Divulgação/Seconserva

Não durou sequer uma semana! O Chafariz dos Golfinhos, instalado na Praça Paris, no bairro da Glória, que voltou a funcionar no dia 2 deste mês, foi vandalizado esta semana. Desta vez, os inimigos do patrimônio público carioca furtaram parte do cabeamento que fazia o charmoso monumento funcionar. A imagem divulgada pelo Informe Gloriano, em sua conta no Instagram, é revoltante e dá uma clara dimensão do quanto é difícil manter a Cidade Maravilhosa ordenada e em dia com a sua riqueza patrimonial e histórica.

O DIÁRIO DO RIO, jornal ardorosamente defensor da memória do Rio de Janeiro, registrou a reativação do Chafariz dos Golfinhos, no dia 2, com grande entusiasmo, uma vez que o equipamento é uma réplica das estátuas existentes nos jardins do lendário Palácio de Versailles, na França. O monumento carioca, composto por três névoas circulares, sendo duas próximas à borda e outra central, mais um jato sólido central e quatro golfinhos que jorram água, foi inaugurado em 1929 e ultrapassou diversos períodos históricos da cidade.

Para colocá-lo em funcionamento, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), gastou aproximadamente R$ 95 mil. O montante foi destinado à troca do comando elétrico, das bombas de água e dos cabos de energia. Vale lembrar que este dinheiro é proveniente dos impostos que os contribuintes pagam. Não é preciso dizer que todo o investimento vai ralo abaixo toda vez que um ato de vandalismo é cometido contra algum monumento da cidade. Mas quem destrói não quer saber de tais pormenores.

Chafariz dos Golfinhos vandalizado Credito Informe Gloriano Reativado no dia 2 deste mês, Chafariz dos Golfinhos, na Glória, tem cabos de energia furtados

Na ocasião, secretário de Conservação, Marco Aurelio Regalo de Oliveira, fez um apelo à população através do DIÁRIO DO RIO: ‘‘A Prefeitura investe e a Conservação zela pelos monumentos e chafarizes, mas é preciso que as pessoas nos ajudem a combater o vandalismo, que causa prejuízo e destrói bens que pertencem a toda a cidade.” Nem em seus piores pesadelos, o secretário poderia imaginar que a revitalização do monumento fosse por água abaixo em tão pouco tempo.

Advertisement

O subprefeito do Centro, Alberto Szafran, também entrevistado pelo jornal, demonstrava uma grande esperança na retomada do protagonismo do simpático bairro da Glória, localizado na região central da cidade. Com reforma do Chafariz dos Golfinho, o subprefeito Szafran esperava a visita de turistas ao bairro e ao monumento.

”Esperamos que a reativação do chafariz sinalize um novo momento do nosso amado e querido bairro da Glória. Com certeza essa reinauguração vai provocar uma confluência maior de pessoas em uma das praças mais bonitas da cidade. Essa é apenas uma entre 14 áreas de convívio social que a Prefeitura está revitalizando no bairro que tem a maior quantidade de bens tombados por metro quadrado na cidade do Rio”, afirmou, na ocasião, o guardião do Centro do Rio. Mas a sua felicidade teve a duração de um relâmpago. Não foi desta vez que a população da Glória e da cidade, além de turistas, tiveram a prazer de contemplar a beleza de uma peça quase centenária e que tem tudo para abrilhantar ainda mais a riqueza patrimonial da cidade.

Caso retorne rápido ao funcionamento, o Chafariz dos Golfinhos segue a programação dos demais monumentos da cidade, que são ativados três vezes ao dia: Das 8h às 10h; das 12h às 14h e das 16h às 18h.

A imagem do Chafariz dos Golfinhos depredado pertence ao Informe Gloriano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Reativado no dia 2 deste mês, Chafariz dos Golfinhos, na Glória, tem cabos de energia furtados
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Restauram mas não tomam providências para segurança. É sabido que esse tipo de crime vem ocorrendo muito. A Guarda Municipal tem como competência a proteção do patrimônio público. Ou bastava colocar câmera de monitoramento com patrulhamento.

  2. Moradores de rua na sua maioria que fazem isso, nada mais. Reativam os chafarizes e vai continuar acontecendo, não adianta, é inútil é enxugar gelo enquanto as ruas estiverem assim.

  3. Me espanta isso acontecer e NINGUEM VER! NENHUM GUARDA MUNICIPAL VER! Pois toco em um bloco de carnaval que treina aí na praça, e quando da 21:50, as viaturas, ora da polícia, ora da GM, já estão feito cachorro louco encima pra sairmos dali.

  4. Há que se dar um jeito de se livrar dessa gente, pelo amor de Deus! Aliás, nem sei se tal figura existe. Pois em cada esquina desse estado tem uma igreja diferente e religiões de outros tipos. Mas a situação apenas piora! Parasitas verdadeiramente desgraçados e malditos estão tomando conta de todo o estado e trazendo toda a miséria que são as suas vidas e mentes para o resto da população.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui