Recém-nascido sequestrado de maternidade no Centro do Rio é encontrado pela polícia e devolvido à família

Ravi Cunha foi raptado na madrugada desta quarta (01/11) do Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda e achado no Morro do Borel, na Tijuca, às 8h15

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Nívea Maria com o filho, Ravi Cunha, após ser encontrado - Foto: Reprodução/TV Globo

O recém-nascido Ravi Cunha, raptado do Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda, na região central do Rio de Janeiro, na madrugada desta quarta-feira (01/11), foi encontrado por policiais militares às 8h15, após uma denúncia anônima, e devolvido à família.

A sequestradora, Cauane Malaquias da Costa, de 19 anos, foi presa em flagrante com a criança, dentro de sua casa, no Morro do Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio, a cerca de 10km da unidade de saúde onde o crime aconteceu.

De acordo com informações do portal ”G1”, um vizinho suspeitou de Cauane e informou o caso aos agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região, que foram até o local e encontraram a mulher com o bebê.

Ravi é filho de Nívea Maria, de 27 anos, e Matheus Maranhão, de 26, que receberam a criança por volta das 9h na própria maternidade.

Advertisement

O crime

Câmeras de segurança flagraram Cauane circulando pelos corredores do Maria Amélia por volta das 2h. Ela carregava consigo algumas bolsas. De acordo com a direção do hospital, a mulher pode ter entrado por uma das varandas, sem ser notada, e colocou Ravi dentro de uma sacola, passando despercebida pelo monitoramento.

O bebê estava na enfermaria, no 3º andar do prédio, e o crime aconteceu no momento em que sua mãe e a avó paterna, Patrícia Figueira, cochilavam.

”O Ravi tinha acabado de ser amamentado, e a minha esposa tinha trocado a fralda. Ela o colocou no berço ao lado da Nívea, e parece que foi algo de instantes. A minha esposa e a Nívea tiveram um sono profundo. Vinte minutos depois, quando a Patrícia acordou para olhar o Ravi, ele não estava mais no cestinho. Imediatamente, a minha esposa procurou saber com as outras companheiras do quarto se alguém tinha pegado ele pra acalmá-lo, mas não. Minha esposa entrou em desespero, foi ao posto de enfermagem, e detectaram o sumiço”, disse o avô paterno da criança, Davi Figueira, que ficou bastante emocionado ao receber a notícia do achamento do neto.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Recém-nascido sequestrado de maternidade no Centro do Rio é encontrado pela polícia e devolvido à família
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui