Rede estadual de ensino fecha o ano com 3.400 professores em sala de aula

Com a incorporação de nomeados e temporários, o Governo do Estado reduz um déficit educacional de quase uma década

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Rafael Campos / GovRJ

A rede estadual de ensino encerra 2023 com 3.400 professores em sala de aula. No início do ano, o governador Cláudio Castro (PL) autorizou a convocação de dois mil profissionais aprovados nos concursos públicos de 2013 e 2014. Deste total, foram chamados 85 do primeiro certame, e 79 do segundo. Com a incorporação de nomeados e temporários, o Governo do Estado reduz um déficit educacional de quase uma década.

Mais de mais 164 professores foram nomeados por Castro nesta sexta-feira (15), em decisão publicada no Diário Oficial. Somente este ano, 1.859 profissionais foram nomeados e outros 1.549 contratados temporariamente. Os profissionais ministrarão aulas de Português, Geografia, História, Biologia, Inglês, Espanhol, Ciências, Artes, Educação Física e Ensino Religioso.

“Como havia dito, 2023 é o ano da Educação no Estado do Rio de Janeiro. Trabalhamos muito para chamar esses profissionais, que há anos aguardavam a convocação. Com muita responsabilidade e dedicação, estamos elevando a qualidade do ensino na rede estadual”, disse o chefe do Executivo estadual.

A professora e secretária de Estado de Educação, Roberta Barreto, celebrou as contratações as quais, na sua avaliação, serão uma ferramenta contra a evasão escolar.

Advertisement

“É com muita felicidade que estamos conseguindo fazer essas nomeações. Sou professora e sei a importância de termos esses profissionais nas escolas. Esse trabalho é fundamental para toda a sociedade. A escola é um portal de transformação. E o trabalho não para por aqui”, afirmou Roberta.

Os educadores serão encaminhados às Regionais Administrativas da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) presentes em vários municípios do Rio, para a integração ao quadro funcional.

“Reforçamos o compromisso do estado com a população fluminense, trabalhando sempre para oferecer aos nossos jovens mais chances de um futuro ainda melhor. Sejam todos muito bem-vindos!”, finalizou Cláudio Castro.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rede estadual de ensino fecha o ano com 3.400 professores em sala de aula
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Por que não realizam outro concurso???

    Fico imaginando a qualidade dos professores chamados de concursos realizados há 10 anos atrás…
    Em que posição terá eles passado e o que fazem nesse tempo todo???

    Alguns talvez estejam atrás de um balcão ou dirigindo Uber.
    Não que essas atividades sejam problema.
    Mas sim será problema o tempo afastado do estudo, naqueles que não continuaram, ou da docência, no caso de muitos que terminam a licenciatura que não conseguiram inserção em nenhum outro estabelecimento de ensino.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui